Publicidade Google

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Câmara aprova mudança na designação de bombeiro civil


Arquivo - J. Batista
Nelson Trad considerou proposta adequada do ponto de vista constitucional e jurídico.

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou nesta quarta-feira o Projeto de Lei 5358/09, do deputado Laerte Bessa (PMDB-DF), que substitui a designação "bombeiro civil" por "brigadista particular". A proposta já havia sido aprovada anteriormente pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público e, como a matéria tramita em caráter conclusivoRito de tramitação pelo qual o projeto não precisa ser votado pelo Plenário, apenas pelas comissões designadas para analisá-lo. O projeto perderá esse caráter em duas situações: - se houver parecer divergente entre as comissões (rejeição por uma, aprovação por outra); - se, depois de aprovado pelas comissões, houver recurso contra esse rito assinado por 51 deputados (10% do total). Nos dois casos, o projeto precisará ser votado pelo Plenário., será encaminhada agora para o Senado, se não houver recurso para sua análise pelo Plenário.
O relator, deputado Nelson Trad (PMDB-MS), recomendou a aprovação da proposta. A CCJ analisou apenas a constitucionalidade e adequação jurídica e de técnica legislativa da proposta.
O autor da proposta explica que a mudança de nome é necessária por envolver assunto de Estado. Segundo Laerte Bessa, o termo "bombeiro" tem o mesmo valor, para o Estado, que o termo "polícia". O deputado lembra que nenhuma empresa de vigilância ou de segurança pode intitular-se "polícia particular" ou "polícia privada", porque o termo "polícia" é próprio de uma função do Estado. Ele argumenta que tratamento similar deve ser conferido ao termo "bombeiro".
Definição
Laerte Bessa afirma que o bombeiro é definido como o profissional das forças de segurança pública dos estados responsável pelo combate a incêndios, pela preservação do patrimônio ameaçado de destruição, pelo resgate de vítimas - de incêndios, afogamentos, acidentes ou catástrofes -, pela conscientização da população sobre medidas de segurança contra incêndios e pelas investigações sobre a origem do fogo.
Segundo o deputado, a substituição do termo "bombeiro civil" por "brigadista particular" é necessária, portanto, porque a atividade não integra as forças de segurança pública dos estados.
O projeto altera a Lei 11.901/09, que regulamenta a profissão de bombeiro civil. Segundo a lei, bombeiro civil é a pessoa que exerce, em caráter habitual, função remunerada e exclusiva de prevenção e combate a incêndio, como empregado contratado diretamente por empresas privadas ou públicas, sociedades de economia mista ou empresas especializadas em prestação de serviços de prevenção e combate a incêndio. Pela proposta, esses profissionais passarão a ser designados brigadistas particulares.

Íntegra da proposta:

Da Redação/PCS

LEIA MAIS

Suspeita é que curto-circuito causou explosão de bueiro, diz laudo inicial

Suspeita é que curto-circuito causou explosão de bueiro, diz laudo inicial

Prova pericial afirma que curto-circuito estaria em torno de 13 mil volts.
Turistas feridos na explosão estão lúcidos, confirma clínica.

Do G1 RJ
A explosão de um bueiro, na terça-feira (29), em Copacabana, na Zona Sul do Rio, pode ter sido causada por um curto-circuito, segundo laudo inicial da perícia divulgado nesta quarta-feira (30). Dois turistas americanos ficaram gravemente feridos no acidente. Eles estão internados na unidade de queimados da Clínica São Vicente, na Gávea, também na Zona Sul.

De acordo com o delegado Fernando Reis, titular da Delegacia de Atendimento ao Turista (Deat), a prova pericial afirma que o curto-circuito estaria em torno de 13 mil volts.

“Segundo a prova pericial, o que detonou o evento foi exatamente um curto-circuito cuja intensidade estaria em torno de 13 mil volts, ou seja, independente de qualquer outro fator externo esse evento por si só já seria suficiente pra causar o dano verificado", afirmou.
A polícia já ouviu o depoimento de seis pessoas, entre funcionários da Light e testemunhas da explosão. Moradores contaram que sentiram cheiro forte na noite de segunda-feira (28).

A cinco metros do bueiro da Light que explodiu, há uma tubulação da CEG. Mas segundo o delegado Fernando Reisa, o laudo preliminar diz que não havia vazamento de gás na última terça, no momento em que a perícia foi feita.

O presidente da Light, concessionária de energia elétrica do Rio, Jerson Kelman, informou nesta quarta-feira que, no dia 8 de junho, os dois transformadores que ficam no bueiro haviam sido trocados. “Nós trocamos os transformadores em junho e trocamos o ventilador em abril. De forma que não entendemos direito o que aconteceu”, declarou Kelman.

'A responsabilidade é nossa', diz Light
“Essa mistura de gás e eletricidade é perigosa. Nós temos uma equipe da Light e da CEG (distribuidora de gás do Rio) que vistoriam as caixas de passagem. Tem uma obra recente da CEG. Eu não estou dizendo que é gás (o motivo da explosão), mas tem que investigar todas as possibilidades. A Light e a CEG juntas têm que investigar todas as possibilidades”, declarou o presidente da Light.

“A responsabilidade é nossa, não é do cidadão. Mas se um cidadão passa, vê fumaça saindo, sente cheiro de gás ou de alguma coisa queimada, ele pode, mas não é obrigação, avisar às concessionárias”, pediu Kelmann.

Turistas estão lúcidos, confirma clínica

Os turistas americanos foram atingidos quando passavam pela esquina da Rua República do Peru com Nossa Senhora de Copacabana. A explosão deixou Sarah Nicole, de 28 anos, com 80% do corpo queimado.  Ela chegou a ser submetida a uma cirurgia quando ainda estava no Hospital Municipal Miguel Couto, antes da transferência para o outro hospital.

O marido dela, o americano David James, de 31 anos, também foi transferido para a mesma unidade de saúde e seu estado é grave. Segundo a assessoria da Clínica São Vicente, ele está com 30% do corpo queimados. Ainda segundo a clínica, os dois estão lúcidos e se alimentam via oral. Como o tratamento para queimaduras é grave, o casal poderá ficar internado de um a dois meses.
Os parentes dos americanos devem chegar ao Brasil nas próximas horas.

Outras explosões

Em um ano, pelo menos seis bueiros da Light explodiram em vários pontos do Rio. Ao todo, três pessoas ficaram feridas. A polícia quer saber se há alguma relação entre esses casos e o acidente de da última terça-feira. A Light também está investigando as causas de explosão.

“Nós temos que verificar se esse monitoramento está sendo feito conforme o planejado e, se estiver, não é suficiente porque o cidadão tem o direito de, andando pela calçada, andar seguramente. Se o que estamos fazendo não é suficiente, vamos fazer mais”, disse o presidente da Light.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou que espera por um relatório da Light sobre o acidente para decidir as providências que serão tomadas. Segundo a Aneel, o documento deverá ser entregue pela concessionária ainda hoje.

LEIA MAIS

Acaba greve de funcionários da USP

Acaba greve de funcionários da USP

Paralisação durou 57 dias.
Trabalhadores da Unicamp também decidiram suspender greve.

Vanessa Fajardo e Fernanda Nogueira Do G1, em São Paulo
Funcionários da Universidade de São Paulo (USP) decidiram em assembleia nesta quarta-feira (30) por fim à greve, iniciada em 5 de maio. Trabalhadores aceitaram proposta feita pela reitoria, que disse que irá avaliar reivindicação de aumento de 5%. A volta ao trabalho ocorre nesta quinta-feira (1).
Na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), trabalhadores também decidiram em assembleia nesta quarta-feira suspender a greve, após 49 dias parados. O estado de greve será mantido até que os trabalhadores se certifiquem de que não haverá punições e que seja retomada negociação salarial, segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Unicamp (STU). A reivindicação de aumento salarial de 16%, mais R$ 200 fixos, não foi atendida pela reitoria.
"Consideramos o movimento positivo, apesar de não termos conseguido restabelecer a isonomia. Chegamos no limite. A partir da semana que vem não haveria mais alunos, professores e funcionários na USP. O movimento ia perder força", afirmou Magno Carvalho, diretor do Sindicato dos Trabalhadores da USP (Sintusp).
USP FIMFuncionários da USP votam fim da greve, que durou 57 dias (Foto: Vanessa Fajardo/G1)
"Não temos força para continuar a greve por mais tempo. Não vamos conseguir mais nada daqui para a frente. Devemos retornar ao trabalho e continuar lutando", disse um dos participantes do comando de greve, Mario Balanco, durante discurso.
Em reunião pela manhã entre dirigentes do sindicato e representantes da reitoria da USP, a universidade afirmou que examinará a reivindicação de aumento de 5% nos salários dos funcionários a partir de 5 de julho.
Nessa mesma data se iniciam as negociações da pauta específica de reivindicações dos funcionários, de acordo com a reitoria.
A USP também disse na proposta que fará o pagamento dos salários descontados correspondentes ao dias não trabalhados em até quatro dias após o encerramento da paralisação, mediante compromisso de reposição dos dias não trabalhados. Segundo a USP, não haverá punição decorrente das atividades do movimento de greve.
Os trabalhadores disseram que começam a deixar o prédio da reitoria ainda nesta quarta-feira (30) e entregam o local nesta quinta-feira. Eles pretendem pedir à reitoria para criar uma comissão para avaliar as condições do edifício.
Nesta quinta-feira, haverá assembleias nos campi do interior de São Paulo, Ribeirão Preto, São Carlos, Pirassununga, Piracicaba e Bauru. A expectativa é que a proposta da reitoria também seja aceita e que os funcionários voltem ao trabalho na sexta-feira (2), segundo o Sintusp.

LEIA MAIS

Peritos do caso Mércia fazem reunião de rotina na sede do IC

Peritos do caso Mércia fazem reunião de rotina na sede do IC

Encontro durou cerca de 2 horas e meia.
Resultados dos exames ainda não estão prontos.

Do G1 SP
Os peritos envolvidos no caso Mércia Nakashima ser reuniram na tarde desta quarta-feira (30) por cerca de duas horas e meia na sede do Instituto de Criminalística da Polícia Civil, no Butantã, na Zona Oeste, de São Paulo. Segundo Renato Pattoli, perito do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de São Paulo, foi um encontro "de rotina e essencialmente técnico". Além disso, ele informou que os laudos dos exames solicitados no inquérito não estão prontos. Por isso, ainda não é possível apontar a causa da morte da advogada.
"É uma reunião rotineira. Quando tem um caso assim que precisa integração, a gente ter um contato mais próximo entre laboratório, IML (Instituto Médio Legal), isso é feito. Sobre o caso, não tem novidade nenhuma, não teve resultado nenhum de exame. Continua tudo como estava", afirmou Pattoli. Sobre o projétil encontrado no carro de Mércia, o perito disse que este foi levado nesta quarta para o IC para ser periciado. "Vai ser verificado o calibre e serão feitos os exames técnicos necessários", completou.
Em entrevista ao G1, Pattoli havia dito, com base em sua experiência profissional, que, apesar de Mércia Nakashima ter sido baleada dentro do seu carro, o mais provável é que ela tenha morrido afogada. O corpo da advogada foi achado em 11 de junho numa represa em Nazaré Paulsita, no interior de São Paulo. A vítima estava desaparecida desde 23 de maio, quando saiu da casa dos avós em Guarulhos, na Grande SP.
“Pela experiência que tenho, o tiro não deve tê-la matado. Pode ter sido afogamento. Pode ter desmaiado com o disparo e ter morrido por afogamento”, afirmou Pattoli, responsável pelo laudo sobre a cena do crime.
Ainda, de acordo com Pattoli, somente o laudo do IML (Instituto Médico Legal) poderá determinar a causa da morte da vítima. Os peritos do caso se reúnem no prédio da Polícia Técnico Científica, na capital, na tarde desta quarta, para debaterem os laudos. Os resultados dos exames são aguardados para esta semana. “A minha opinião é de que ela morreu afogada, mas só o IML tem condições de confirmar isso ou não”, disse o perito.
O principal suspeito pelo crime é o ex-namorado de Mércia, o advogado e policial militar Mizael Bispo de Souza, de 40 anos. Para a polícia, mais duas pessoas estariam envolvidas no assassinato: o irmão de Souza e o vigilante Evandro Bezerra Silva, de 38 anos, que teve a prisão decretada por faltar a um depoimento. Foragido, Silva é procurado. Já os irmãos Souza negam o crime, segundo o advogado deles, Samir Haddad Júnior.
Dinâmica do homicídio
Apesar de ainda não ter concluído o seu laudo sobre a cena do crime, Pattoli adiantou o que, na opinião dele, a partir dos achados da perícia, possa ter ocorrido.
Segundo o perito, existem 99,9% de chances de Mércia ter sido baleada dentro do seu carro. Ela estaria dirigindo e o criminoso, no banco do carona. Ainda, segundo a análise preliminar do especialista, o disparo feito pelo agressor tinha o objetivo de matar a vítima, mas a acertou de raspão porque ela teria tentado se defender. Em seguida, a mulher pode ter desmaiado e se afogado na represa em Nazaré Paulista, no interior de São Paulo. A vítima não sabia nadar, segundo familiares. O corpo dela foi achado em 11 de junho, 19 dias após ter desaparecido da casa dos avós em Guarulhos, na Grande SP.
A breve descrição acima, feita por Pattoli, deverá estar no relato oficial que vai traçar a dinâmica do homicídio e fará parte do inquérito da Polícia Civil que apura o assassinato de Mércia.
“O que me leva a acreditar que Mércia foi baleada dentro do carro é o fato de terem sido encontrados um projétil dentro do veículo dela [um Honda Fit prata] e resquícios de metal no ferimento da vítima. Também foram achados fragmentos de osso humano no veículo. O tiro foi dado de cima para baixo. Ninguém atira de raspão em ninguém no rosto. Foi para matar. A vítima estaria tentando se defender e levou um disparo de raspão”, disse Pattoli.
De acordo com o perito, o tiro que atingiu Mércia tirou quase três centímetros de osso do seu queixo. Segundo a perícia do DHPP, a bala que atingiu Mércia pode ter partido de uma arma de calibre 38. O projétil será comparado com duas armas [calibres 38 e 380] apreendidas na casa do ex-namorado da vítima para saber se o tiro foi dado por uma delas.
Testemunha
Um pescador, que é considerado a principal testemunha do crime, afirmou à polícia ter visto um carro entrar na represa de Nazaré Paulista em 23 de maio, um domingo, mesmo dia em que Mércia deixou a casa da avó na Grande SP. Ele contou ainda ter visto um homem alto sair do lado do motorista e disse que escutou gritos de mulher. Em seguida, relatou que viu o carro afundar com as lanternas acesas. O veículo foi localizado em 10 de junho e o corpo de Mércia retirado no dia seguinte.
Em seu depoimento, o pescador não contou ter escutado disparo de arma. Indagado sobre isso, o perito Pattoli respondeu que todas essas dúvidas serão respondidas com a reconstituição que será feita no local do crime, em julho. De acordo com o especialista, existe a possibilidade de usar silenciador em armas de calibre 38. Em outras situações, é possível abafar o som de um tiro dentro de um carro se o veículo estiver com os vidros fechados ou se o atirador usar uma almofada, por exemplo.
Policiais do Grupo Armado de Repressão a Roubos (Garra) de Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, detiveram na tarde de terça-feira (29) um homem de 33 anos suspeito de tentar extorquir o irmão de Mércia Nakashima ao exigir R$ 10 mil por supostas imagens que mostrariam o assassino empurrar o carro de Mércia, com ela dentro, na represa. A Secretaria da Segurança Pública informou nesta manhã que buscava informações sobre o fato para saber se o suspeito continuava detido ou se havia sido liberado.

LEIA MAIS

PF apreende 165 máquinas de caça-níqueis em BH

PF apreende material de organização criminosa MG Loterias - 
(Polícia Federal/ Divulgação)
PF apreende material de organização criminosa MG Loterias
A Polícia Federal, com o apoio da Receita Federal e da Prefeitura de Belo Horizonte, apreendeu nesta quarta-feira, na região central de Belo Horizonte/MG, 165 máquinas de caça-níqueis. O material seria usado por uma organização criminosa identificada como "MG Loterias", envolvida na exploração do jogo. As máquinas eletrônicas programáveis são fabricadas com peças de importação proibida, o que configura crime de contrabando.

 
Esta organização criminosa já era investigada durante as Operações Safari I, II e III, realizadas pela Polícia Federal em BH, que resultaram em instauração de ações penais em desfavor dos mesmos responsáveis. Ninguém foi preso na operação desta quarta. Foram mobilizados 120 policiais federais para o cumprimento de 64 mandados de busca e apreensão.

LEIA MAIS

Delegado diz que sigilo telefônico de Bruno já foi quebrado

Eliza Samudio 

Delegado diz que sigilo telefônico de Bruno já foi quebrado

Outros suspeitos de envolvimento no caso tiveram sigilos quebrados.
Goleiro do Flamengo é investigado pelo desaparecimento de ex-namorada.

Marco Antônio Astoni Da Globominas.com
Eliza Samudio, 25 anos, está desaparecida há cerca
de três semanas (Foto: Reprodução/TV Globo)
O sigilo telefônico do goleiro Bruno e de outros envolvidos no caso do desaparecimento de Eliza Samúdio, ex-namorada do jogador, foi quebrado, segundo informações do delegado Edson Moreira, um dos responsáveis pelas investigações. Ele conversou com a imprensa, na noite desta quarta-feira (30), no Departamento de Investigações, em Belo Horizonte.
"Ligações telefônicas já estão sendo analisadas e também estamos trocando informações com a polícia do Rio de Janeiro", afirmou o delegado.
A polícia já ouviu cerca de 20 pessoas, entre elas amigos de Bruno e sua mulher, Dayanne Souza. Um amigo de Bruno, conhecido como "Macarrão", também está sendo investigado pela polícia.
O delegado disse que outras pessoas também tiveram seus sigilos telefônicos e bancários quebrados, mas não revelou os nomes:
‘Não há corpo’
Na mesma entrevista coletiva, o delegado Wagner Pinto afirmou que o corpo da ex-namorada do goleiro do Flamengo Bruno, Eliza Samúdio, não foi encontrado.
"No momento, o que temos é um caso de desaparecimento, que pode evoluir para homicídio e, posteriormente, para ocultação de cadáver. Mas no momento são apenas hipóteses, já que ainda não encontramos nenhum corpo", afirmou Pinto.
A polícia informou também que vai reconstituir os últimos momentos de Eliza antes de seu desaparecimento, dia 9 de junho, para tentar traçar uma espécie de mapa dos últimos passos, com suas ligações e contatos.
Denúncias anônimas levaram a polícia à Mata das Abóboras, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, nesta quarta-feira. Segundo elas, o corpo da ex-namorada de Bruno estaria escondido no local. Até o início da noite, nada havia sido encontrado.
Furto
Também na tarde desta quarta-feira (30), o caseiro de um sítio vizinho ao de Bruno e o porteiro do condomínio disseram que a polícia prendeu dois homens suspeitos de furtar um aparelho de som da casa do jogador, no município de Esmeraldas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A Polícia Militar na cidade confirmou a prisão de um receptador com quatro caixas de som que seriam da casa de Bruno. Esse receptador teria comprado esse aparelho de terceiros. Ainda segundo policiais militares, o caseiro do sítio fez a denúncia do furto nesta terça-feira. Ele foi levado para a delegacia para prestar esclarecimentos.

LEIA MAIS

Maníaco de Contagem é condenado a 34 anos e quatro meses de prisão

Marcos Antunes Trigueiro foi condenado pelo estupro e assassinato 
da empresária Ana Carolina Menezes, em 2009 - (Renato Weil/EM/D.A 
Press)
Marcos Antunes Trigueiro foi condenado pelo estupro e assassinato da empresária Ana Carolina Menezes, em 2009
Trinta e quatro anos e quatro meses. Esse é o tempo que Marcos Antunes Trigueiro, de 32 anos, terá que passar atrás das grades por ter estuprado e assassinado Ana Carolina Menezes, de 27 anos, em abril de 2009. A maior pena foi pelo homicídio da empresária: 23 anos de reclusão. Além disso, ele ainda foi condenado à reclusão de 9 anos e seis meses pelos dois estupros (anal e vaginal), dois anos mais multa por furto, e sete meses pela exposição do filho de Ana ao perigo. A pena deverá ser cumprida em regime fechado e ele não poderá recorrer em liberdade.

Este foi o primeiro de uma série de julgamentos a que Trigueiro ainda deve ser submetido. Ele deve ir à júri popular pela morte e estupro de mais quatro mulheres e por mais dois latrocínios, conforme informou seu advogado, Rodrigo Bezzotto.

O Julgamento
Antes do início dos trabalhos, na manhã desta desta quarta-feira, advogado de defesa e promotor davam pistas do que se veria ao longo da sessão: um debate sobre a saúde mental de Marcos Antunes Trigueiro. Logo no início, ambos dispensaram as testemunhas e o réu foi convovado pelo juiz Carlos Henrique Perpétuo Braga para responder suas perguntas.

Após um breve debate com seu advogado, Marcos Trigueiro aceitou responder as indagações do juiz e confessou parcialmente os crimes. Durante sua fala, o Serial Killer de Contagem disse que, se pudesse, voltaria atrás, e negou ter feito sexo anal com vítima, no entanto, laudos do IML mostraram que, de fato, as relações existiram.

Bocejo e sorriso
Defesa e promotoria abriram mão de questionar Marcos, que voltou para o banco dos réus após o interrogatório do juiz. Enquanto aguardava o início da argumentação do promotor Paulo Roberto Romero, o Maníaco de Contagem chegou a bocejar. Logo no início da fala de Romero, ao ser ironicamente chamado de "Marquinho", o réu esboçou um sorriso. Durante a maior parte do dia, ele permaneceu de cabeça baixa, com ar sereno, sempre sem algemas.

Durante sua argumentação, o promotor focou sua linha de raciocínio em detalhes que comprovam que Trigueiro não possuí nenhum problema mental e que, por isso, tinha total consciência dos crimes que cometia. O acusador chegou a revelar que o réu teria confessado a um companheiro de cela que sempre ia bem vestido atacar suas vítimas, o que comprovaria a tese da promotoria, de que suas ações eram planejadas.

Defesa
A argumentação de Rodrigo Bizzotto foi marcada por constantes intervenções da promotoria. O principal motivo para o debate entre defesa e acusação foi a falta de consenso das partes com relação aos crimes pelos quais o Maníaco de Contagem era julgado. Enquanto a promotoria pedia que Trigueiro fosse julgado separadamente pelos crimes de homicídio e estupro, seu advogado solicitava uma condenação por estupro seguido de morte, o que, segundo o promotor, significaria uma pena menor, de aproximadamente 12 anos, fora os benefícios.

No último intervalo antes da réplica, de Romero, e da tréplica, de Bizzotto, o defensor voltou a conversar com os jornalistas e chegou a falar em milagre ao citar uma possível redução de pena de seu cliente.

Assassinato revelou a frieza do maníaco
Entre os vários crimes pelos quais Marcos Trigueiro foi acusado, o assassinato de Ana Carolina foi um dos que mais chamou a atenção, por mostrar a frieza do maníaco durante a ação.

Após simular um assalto e levar a vítima até o bairro Alto dos Pinheiros, na Região Noroeste de Belo Horizonte, Marcos estuprou e matou a empresária na frente de seu filho, na época, com 1 anos e 4 meses. Após o crime, ele deixou a criança deitada sobre o corpo da mãe morta.

LEIA MAIS

AGORA É A VEZ DOS POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES!

AGORA É A VEZ DOS POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES!


Foto da notícia

O deputado Sargento Rodrigues esteve com as entidades de classe - ASPRA PM/BM, CSCS, AOPMBM, UPPM e COPM
O deputado Sargento Rodrigues esteve reunido, na manhã desta quarta-feira (30/06), com as entidades de classe – ASPRA PM/BM, CSCS, AOPMBM, UPPM e COPM – para, juntos, elaborarem as estratégias de mobilização para a aprovação do Projeto de Lei Complementar 61/10 e da Proposta de Emenda à Constituição 59/01. A primeira proposição estabelece a exigência do nível superior de escolaridade para o ingresso nos quadros de praça e o título de bacharel em direito para o ingresso no quadro de oficiais da Polícia Militar. A outra, cria a carreira jurídica Militar para os oficiais da Corporação.

As primeiras ações já foram adotadas logo após a reunião. Rodrigues levou o grupo aos gabinetes dos deputados Dalmo Ribeiro, presidente da Comissão de Constituição e Justiça, e Célio Moreira, relator do PLC 61 na referida Comissão. Após explicarem a eles a necessidade da urgente aprovação da matéria, o deputado solicitou ao presidente que convocasse uma reunião extraordinária para amanhã (01/07) para apreciação do parecer de 1º turno, no que foi prontamente atendido, com a concordância do relator, que informou já estar apto a emitir o parecer. A previsão era de que o projeto entrasse na pauta apenas na próxima terça-feira.

“É de fundamental importância termos conseguido agilizar a reunião para ainda esta semana. Estamos correndo contra o tempo, então, cada dia que ganhamos é primordial. Mais uma vez, estamos vendo a força da união. Agora, precisamos da mobilização de todos, comparecendo às reuniões das Comissões e do Plenário da Assembleia para pressionarmos os demais deputados e conseguirmos aprovar mais este benefício para classe”, destacou Rodrigues.

A reunião extraordinária da CCJ acontece nesta quinta-feira (01/07), às 11 horas. Compareça e traga o maior número de companheiros possível. Vamos marcar presença na Assembleia Legislativa!

LEIA MAIS

Disque-denúncia recebe 29 ligações sobre desaparecimento de Eliza

Eliza Samudio está desaparecida desde o início de junho 

Disque-denúncia recebe 29 ligações sobre desaparecimento de Eliza

Entre as denúncias, 24 viriam de Minas Gerais e cinco do Rio de Janeiro.
Goleiro Bruno do Flamengo é suspeito de envolvimento no sumiço da jovem.

Do G1, em São Paulo
Eliza Samudio está desaparecida há três semanas
(Foto: Reprodução/TV Globo)
Entre o sábado (26) e esta quarta-feira (30), o disque-denúncia 181 de Minas Gerais recebeu 24 ligações sobre o desaparecimento de Eliza Samudio, segundo a Secretaria Estadual de Defesa Social. Outras cinco denúncias foram registradas no disque-denúncia do Rio de Janeiro e encaminhadas para Minas. A jovem, de 25 anos, está desaparecida há três semanas.
Segundo a polícia, Eliza teve um relacionamento com o goleiro Bruno, do Flamengo, no ano passado, e brigava na Justiça pelo reconhecimento da paternidade de um bebê de 4 meses, que seria do jogador. Bruno é suspeito de envolvimento no sumiço da jovem.
O disque-denúncia 181 é um serviço da Secretaria Estadual de Defesa Social em parceria com o Instituto Minas Pela Paz, uma ONG formada por empresas privadas. O Instituto Minas Pela Paz não se manifesta sobre o teor das denúncias, pois se tratam de casos em investigação. Segundo sua assessoria de imprensa, as avaliações dos casos são exclusivamente de competência da polícia.
O 181 é um sistema unificado das polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros e foi lançado em novembro de 2007
Entenda o caso
De acordo com a polícia, o sumiço de Eliza Samúdio começou a ser investigado depois de denúncias de que ela havia sido agredida no sítio que pertence ao jogador. Ela teria feito o último contato com amigos e parentes há cerca de três semanas.
Dayane Fernandes, mulher do goleiro Bruno, teria dito, em depoimento à polícia, que Eliza teria abandonado o bebê. A criança foi encontrada pela polícia na madrugada de sábado (26), com uma senhora desconhecida. No domingo (27), foi entregue a Luis Carlos Samúdio, pai de Eliza.
Dayane chegou a ser levada à delegacia na sexta-feira (25). Ela foi detida e liberada em seguida. Segundo a delegada, a mulher do atleta foi autuada por subtração de incapaz.
A polícia já ouviu funcionários do sítio de Bruno e amigas de Eliza. Foram realizadas buscas na propriedade na segunda (28) e na terça-feira (29).
O Flamengo anunciou, na segunda, que o goleiro permanece afastado do time durante as investigações. Ele treinou no Ninho do Urubu, no Rio de Janeiro, na manhã desta quarta-feira (30).

LEIA MAIS

Ônibus é incendiado em Minas Gerais

Ônibus é incendiado em Minas Gerais

Chamas chegaram a 6 metros de altura.
Não houve feridos, segundo os bombeiros.

Do G1, com informações do MGTV
Um ônibus foi incendiado em Três Corações (MG), na noite de terça-feira (29). Uma gravação feita pelo Corpo de Bombeiros mostra o momento em que eles começam a combater o fogo.
Segundo os bombeiros, as chamas chegaram a 6 metros de altura. O veículo estava estacionado em frente à casa do dono. Não houve feridos.
Ainda de acordo com os bombeiros, há suspeita de que o incêndio tenha sido criminoso. Até o início da tarde desta quarta-feira (30), ninguém havia sido preso.

LEIA MAIS

Em sua última ocorrência, bombeiro se emociona na Grande SP

Em sua última ocorrência, bombeiro se emociona na Grande SP

Após 30 anos de serviço, o cabo Gualdete Leme se aposenta.
Ele ajudou a apagar fogo em fábrica de Osasco, na terça (29).

Do G1 SP
Foi com banho de mangueira e a sensação do dever cumprido que o cabo dos bombeiros Gualdete Leme se despediu dos colegas depois de 30 anos de trabalho na corporação. Na noite de terça-feira (29), ele ajudou a apagar um incêndio em uma fábrica de roupas para crianças em Osasco, na Grande São Paulo. Ninguém ficou ferido.
" O que eu aprendi em 30 anos, fiz tudo nessa ocorrência desse incêndio ai”, disse Leme. “Pessoal, obrigado, ‘brigadão’ mesmo “, continuou ele, agradecendo as homenagens ainda na rua, no local do incêndio.
As chamas que destruíram o prédio chamaram a atenção de quem mora na região. “Está caindo tudo”, disse uma mulher. “Está feia a coisa”, continuou ela, que gravou tudo. “(O fogo) Está destruindo tudo. A fábrica na frente da minha casa está caindo."
Em poucos minutos, as chamas destruíram toneladas de tecido e a estrutura do prédio dificultou o acesso dos bombeiros. Os maiores focos de incêndio estavam na parte de trás do galpão. Segundo o tenente-coronel Jolan Eduardo Berquó Filho, "a principal dificuldade” era a estrutura da edificação. “Essa estrutura é metálica, tanto a parede como as vigas. Os materiais são de extremo risco para a atividade do bombeiro no contato com o fogo.”
Dezessete caminhões, 40 bombeiros e mais de quatro horas de trabalho. Já era madrugada desta quarta-feira (30) quando o grupo conseguiu controlar o fogo e prestar a homenagem a Leme.

LEIA MAIS

PM faz treinamento na Zona Sul de SP

PM faz treinamento na Zona Sul de SP

Segundo a polícia, só são usadas balas de borracha.
A ação, que reúne cerca de 100 homens, é realizada a cada dois meses.

Do G1 SP
treinamentoCerca de 100 homens da Polícia Militar realizam treinamento geral de controle de distúrbios civis das forças táticas da região Sudoeste de São Paulo,  nesta quarta-feira (30). Segundo o capitão Cabanas, responsável pela ação, armas de fogo não são usadas durante o treinamento e a população não corre nenhum tipo de risco, pois são usadas somente balas de borracha. O aperfeiçoamento dos policias dura dois dias e é realizado a cada dois meses. Desta vez, o local usado pelo grupo é um terreno vazio na região do Morumbi, na Zona Sul de São Paulo  (Foto: Laurye Borim/G1)

LEIA MAIS

PEC 300: mobilização 6 e 7 de julho


PEC 300: mobilização 6 e 7 de julho

Nos dias 6 e 7 de julho haverá convocação de todos os parlamentares para se votar propostas antes do recesso. Vaccarezza tentará impor o pré-sal antes da PEC 300 para esvaziar a sessão depois de votada a matéria de interesse do governo. Cabe a todos nós mobilizarmo-nos no sentido de alertarmos aos nossos parlamentares nos estados a se fazerem presentes, tanto quanto solicitarem a inversão de pauta. Vota-se primeiro a PEC 300 e depois o pré-sal. A nossa presença nesses dias é imprescindível pois fará a diferença, como sempre fez.

LEIA MAIS

PEC 300: mobilização 6 e 7 de julho


PEC 300: mobilização 6 e 7 de julho

Nos dias 6 e 7 de julho haverá convocação de todos os parlamentares para se votar propostas antes do recesso. Vaccarezza tentará impor o pré-sal antes da PEC 300 para esvaziar a sessão depois de votada a matéria de interesse do governo. Cabe a todos nós mobilizarmo-nos no sentido de alertarmos aos nossos parlamentares nos estados a se fazerem presentes, tanto quanto solicitarem a inversão de pauta. Vota-se primeiro a PEC 300 e depois o pré-sal. A nossa presença nesses dias é imprescindível pois fará a diferença, como sempre fez.

LEIA MAIS

Servidores da saúde interrompem greve em Betim

Servidores da saúde interrompem greve em Betim
 
Viviane Rocha - Estado de Minas
Depois de uma decisão discutida em assembleia na Praça do Brasiléia, foi decidida a suspensão do movimento grevista dos servidores da saúde de Betim até o dia 15 de julho. De acordo com o diretor Administrativo do Sind Saúde e presidente do SindGuarda, Reginaldo Tomaz de Jesus, caso os pontos emergenciais da pauta de reivindicação e a reposição dos dias parados não forem atendidos, os trabalhadores podem optar por continuar com a greve.

"Caso isso aconteça, não será bom para a população e nem para o governo", reforçou. Caso não haja negociação, os servidores vão decidir em assembléia a ser realizada neste mesmo dia se voltam ou não com o movimento, de acordo com o avanços na retomada da mesa de negociação.

"O compromisso é buscar um avanço em cada um dos pontos da pauta", afirmou Rilke Novato, integrante do Sinfarmig e presidente do Conselho Municipal de Saúde. A greve dos servidores da saúde durou 22 dias. O atendimento aos usuários da saúde voltará ao normal a partir desta quarta-feira.

O fim da paralisação foi motivado por uma disposição demonstrada pela prefeitura municipal na quinta-feira passada, em uma reunião entre poderes executivo e legislativo que contou com a participação de representantes dos sindicatos dos servidores da saúde pública.

Na reunião, a prefeitura municipal apresentou a proposta de que haveria negociação de alguns pontos considerados prioritários na pauta de reivindicação do SindSaúde e também do SindGuarda, 48 horas após o sindicato comunicar oficialmente o fim da greve.

De acordo com Reginaldo Tomaz de Jesus, o Sind Saúde encaminhou nesta terça-feira o documento aprovado em assembléia, que informa oficialmente a Secretaria Municipal de Saúde a suspensão da greve até o próximo dia 15 de julho. "Nós queremos negociar já nesta quinta-feira", afirmou.

LEIA MAIS

Paes de Lira aprova decisão da Suprema Corte dos EUA que garante a legítima defesa

Paes de Lira aprova decisão da Suprema Corte dos EUA que garante a legítima defesa

O Deputado Federal Paes de Lira comentou nesta terça(29), a sentença histórica da Suprema Corte dos Estados Unidos que confirmou a validade nacional da 2ª Emenda da Constituição daquele país, que estabelece o direito do cidadão portar e possuir armas. A decisão impede que estados e municípios americanos intervenham nessa questão por se tratar de um direito constitucional. O parlamentar contestou que aqui no Brasil esse direito não prevalece, contrariando o que foi decidido pela população no referendo de 2005. Para Paes de Lira o Estatuto do Desarmamento permanece uma lei draconiana e que atinge o cidadão de bem, que apenas quer defender o seu lar e a sua família. Paes de Lira também destacou que o resultado do referendo brasileiro serviu para o mundo inteiro, pois impediu que o mesmo instrumento democrático, que previa o desarmamento da população, fosse realizado na Argentina, Suiça, e nos Estados Unidos. O Deputado Paes de Lira chamou a atenção dos demais parlamentares para que o Estatuto do Desarmamento seja reformado no que ele tem de ruim e que assegure ao cidadão de bem o direito à legítima defesa.

Assista:


LEIA MAIS

Paes de Lira aprova decisão da Suprema Corte dos EUA que garante a legítima defesa

Paes de Lira aprova decisão da Suprema Corte dos EUA que garante a legítima defesa

O Deputado Federal Paes de Lira comentou nesta terça(29), a sentença histórica da Suprema Corte dos Estados Unidos que confirmou a validade nacional da 2ª Emenda da Constituição daquele país, que estabelece o direito do cidadão portar e possuir armas. A decisão impede que estados e municípios americanos intervenham nessa questão por se tratar de um direito constitucional. O parlamentar contestou que aqui no Brasil esse direito não prevalece, contrariando o que foi decidido pela população no referendo de 2005. Para Paes de Lira o Estatuto do Desarmamento permanece uma lei draconiana e que atinge o cidadão de bem, que apenas quer defender o seu lar e a sua família. Paes de Lira também destacou que o resultado do referendo brasileiro serviu para o mundo inteiro, pois impediu que o mesmo instrumento democrático, que previa o desarmamento da população, fosse realizado na Argentina, Suiça, e nos Estados Unidos. O Deputado Paes de Lira chamou a atenção dos demais parlamentares para que o Estatuto do Desarmamento seja reformado no que ele tem de ruim e que assegure ao cidadão de bem o direito à legítima defesa.

Assista:


LEIA MAIS

Exército abre concurso para quem pretende seguir carreira na área de Tecnologia Militar

Exército abre concurso para quem pretende seguir carreira na área de Tecnologia Militar

  exercito-brasileiro
O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP) expediu portaria publicada no Diário Oficial da União tornando pública a abertura de incrições para seleção para a carreira de Tecnologia Militar, destinado ao preenchimento dos cargos de analista, engenheiro e técnico de tecnologia militar. As vagas são para o Acre, Amazônia, Pará, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Roraima, Rondônia, Minas Gerais, Piauí, Ceará, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Pernambuco.
Ao todo, serão oferecidas 321 colocações de nível superior e médio com salário que varia entre R$ 2.560 e R$ 3.870. As inscrições serão realizadas apenas via internet, no período de 05 de julho a 03 de agosto de 2010, nos sites http://www.ibfc.org.br/ e http://dcip.dgp.eb.mil.br. O valor da taxa de inscrição para realização do concurso será de R$ 70 para nível superior e R$ 50 para médio. As provas serão realizadas nas cidades com disponibilidade de vagas no dia 28 de agosto deste ano. O concurso será válido por um ano, e será organizado pelo Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC).
Clique aqui para ver o edital deste concurso.

LEIA MAIS

Lei que reajusta salários dos professores da rede estadual em Minas é sancionada


DA REDAÇÃO
Siga em www.twitter.com/otempoonline

O projeto de lei que reestrutura a carreira dos professores da rede estadual de Minas e altera os salários da categoria foi sancionado nesta terça-feira pelo governador Antonio Anastasia. A nova política de remuneração passa a vigorar a partir de janeiro de 2011.
Pela nova lei, os professores serão posicionados em novas tabelas salariais, conforme a carga horária, o requisito de escolaridade do cargo ocupado e o valor da soma do vencimento básico e das vantagens incorporáveis que serão pagas até dezembro de 2010. Desta forma, haverá um aumento de, no mínimo, 5% nos salário.
A proposta prevê que o professor em início de carreira com jornada de 24 horas semanais e formação em curso superior de Licenciatura Plena passa a receber R$ 1.320,00 em parcela única. Ele poderá optar pela jornada de 30 horas com 20 horas em sala de aula e 10 horas de preparação. Neste caso, o subsídio em início de carreira será de R$ 1.650,00.
A jornada de trabalho de 30 horas semanais é facultativa. O professor que optar por ela poderá ter o salário reajustado entre 18% e 100% de acordo com o que já tiver de carreira.
De acordo com o governo, os reajustes nos salários dos professores vai impactar em 24,5% a folha total de pagamento da Educação, o que representa um aumento de R$ 1,3 bilhão de gastos anuais.
Acompanhe as novas tabelas:

Professor da Educação Básica com nível superior - Jornada de 24 horas:

Escolaridade
Nível/Grau
Remuneração mínima em parcela única
Licenciatura Plena
IA
R$ 1.320.00
Especialização
IIA
R$ 1.452,00
Certificação
IIIA
R$ 1.597,20
Mestrado
IVA
R$ 1.756,92
Doutorado
VA
R$ 1.932,61
 
Professor da Educação Básica com nível superior - Jornada de 30 horas:

Escolaridade
Nível/Grau
Remuneração mínima em parcela única
Licenciatura Plena
IA
R$ 1.650,00
Especialização
IIA
R$ 1.815,00
Certificação
IIIA
R$ 1.996,50
Mestrado
IVA
R$ 2.196,15
Doutorado
VA
R$ 2.415,77
 
Inspetor Escolar – Jornada de 40h (dedicação exclusiva):

Escolaridade
Nível
Remuneração mínima em parcela única
Superior
I
R$ 3.300,00
Especial
II
R$ 3.630,00
Mestrado
III
R$ 3.993,00
Doutorado
IV
R$ 4.392,30
 
 Exemplos de variações entre a situação atual e
a nova posição com a proposta do Governo

FUNÇÃO
Tempo de serviço
Jornada
Percentual de aumento
Serviços Gerais
20 ANOS
30h semanais
50%
Professor
Nível I
24h
18,2%
30h
47,8%
Nivel II
24h
63,5%
30h
104,4%
Nivel III
24h
38,9%
30h
73,5%
Servidor administrativo
15 anos
30h
21,4%

LEIA MAIS

Polícia Civil do Paraná abre 335 vagas de auxiliar de carceragem

Polícia Civil do Paraná abre 335 vagas de auxiliar de carceragem

Cristiane Bonfanti - Do CorreioWeb
 
A Polícia Civil do Paraná (PCPR) realiza processo seletivo simplificado para o preenchimento de 335 vagas de auxiliar de carceragem, que exige nível médio. Os novos servidores serão contratados pelo período de um ano, prorrogável por mais um. O salário é de R$ 1.275,76 para uma jornada de trabalho de 40 horas por semana.

Os interessados podem se inscrever apenas nos dias 1º e 2 de julho, na sede do Grupo Auxiliar de Recursos Humanos (GARH), localizada na Rua José Loureiro, nº 540, Centro, 2º andar, Curitiba (PR). O horário de atendimento é de 9h às 12h e das 14h às 17h. Os candidatos devem levar preencher e entregar o formulário disponível na página www.pr.gov.br/policiacivil.
O edital não informa o valor da taxa de participação.

Avaliação
Os candidatos serão avaliados por meio das informações prestadas na inscrição, sobre experiência, tempo de serviço e títulos de aperfeiçoamento. A comissão avaliadora atribuirá os pontos aos candidatos.

LEIA MAIS

Alerj aprova reajustes até 54,84%, os últimos do ano


Segurança terá aumento em 48 vezes que chega a 70%



Rio - A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou ontem os últimos reajustes a serem concedidos no atual governo. O de maior peso orçamentário foi o aumento de 54,84%, parcelado em 48 meses, para os servidores da Segurança Pública — Polícia Militar, Polícia Civil (exceto delegados), bombeiros e inspetores penitenciários. Os 118 mil receberão 70,32% até 2014, somando os 10% já aprovados. Confira abaixo as tabelas oficiais com os reajustes aplicados aos vencimentos.
A Casa também aprovou 5% de aumento, a partir de julho, para Faetec (Fundação de Apoio à Escola Técnica), FIA (Fundação para Infância e Adolescência) e Fundação Leão XIII. Os projetos de lei serão sancionados hoje.

LEIA MAIS

Reajuste salarial para agentes de segurança do DF pode sair em 2011

Reajuste salarial para agentes de segurança pode sair em 2011

 
Naira Trindade


O projeto de reajuste salarial e reestruturação da carreira dos agentes de segurança pode ser encaminhado ao Congersso Federal para aprovação a partir do próximo ano. Após reunião entre o governador e o ministro do planejamento, Paulo Bernardo, Rosso se mostrou animado. "O ministro ficou de conversar com o presidente e a Casa Civil até amanhã. O reajuste este ano está fora de cogitação, porém há o propósito e a intenção de encaminhar o projeto ainda este ano", disse. Cerca de 500 servidores da polícia aguardaram o término do encontro em frente ao prédio do Ministério do Planejamento.


A categoria vai deliberar em assembleia, as 15h, desta quarta-feira (30) se continuam ou não a greve. De acordo com o ministro, para setembro é impossível realizar um reajuste por conta da legislação eleitoral, que estabelece o prazo de 180 dias antes das eleições para efetuar aumento de servidores públicos.

Após o fim da reunião, por volta das 17h30, os servidores de polícia dispersaram o movimento, sem manifestação. A categoria reinvindica aumento de 33%, divididos em cinco etapas: 5% em setembro de 2010; 7% em março e 7% em setembro de 2011; 7% em março e 7% em setembro de 2012. Entretanto as datas podem sofrer alteração.

LEIA MAIS

Militares farão protesto

Militares farão protesto

Foto da matéria

Clique para Ampliar
Policiamento suspenso: em abril último, os policiais militares cruzaram os braços. As viaturas pararam
ALANA ANDRADE
30/6/2010
Quase dois meses depois de uma greve que atingiu a tropa da Polícia Militar do Ceará, o movimento dos militares começa a ganhar força outra vez. Insatisfeitos diante das promessas, que, segundo eles, não cumpridas por parte do Estado, em relação às promoções, melhoria na assistência médica e nas escalas, os PMs e bombeiros militares realizam, na tarde de hoje, uma caminhada na orla marítima da Capital cearense.

A manifestação está sendo organizada pelas entidades que defendem os interesse dos militares, entre elas a Associação de Praças da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (Aspramece), Associação dos Cabos e Soldados Militares do Ceará (Acsmce) e Associação das Mulheres de Policiais Militares e Bombeiros Militares do Ceará. Esta última iniciou, na segunda-feira passada, um acampamento em frente ao Palácio do Governo, na Água Fria.

Insatisfeitos

"A manifestação é o resultado da insatisfação com o tratamento do Estado para com a categoria, pois em abril, após vários manifestos, o Governo designou o comandante geral da PM, para negociar a pauta de reivindicação; a reestruturação salarial, carga horária, promoções e assistência a saúde. Após 45 dias de negociações, a única conquista oficial é a mudança na escala que, mesmo assim, não vem sendo obedecida em todas as companhias", afirma uma nota oficial emitida pela Associação de Praças da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (Aspramece).

"Cansados de esperar, policiais e bombeiros militares realizam a caminhada por uma segurança pública de qualidade. O objetivo é que, em um ato público e pacífico, com a participação de, pelo menos, cinco mil manifestantes, entre militares estaduais, familiares e lideranças comunitárias, se consiga chamar a atenção da sociedade para o descaso com a Segurança Pública", completa a nota.

Já a Associação dos Cabos e Soldados Militares do Ceará (Acsmce) informou que "serão discutidas novas deliberações, com destaque à possível paralisação da categoria PM".

Silêncio

Até a noite passada, nem o Governo do Estado nem os comandos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar haviam se manifestado sobre o fato. A caminhada acontece às 16 horas, das proximidades do Ideal Clube à Praça dos Estressados.

LEIA MAIS

Extinto processo de deserção contra ex-PM que readquiriu status de civil

Por unanimidade, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) aplicou jurisprudência da própria Suprema Corte e determinou, nesta terça-feira (29) a extinção, em definitivo, de processo de deserção em curso contra o ex-policial militar Marcelo Russi na Auditoria da Justiça Militar da Vara de Curitiba (PR).
A decisão foi tomada no julgamento do Habeas Corpus (HC) 103254, relatado pelo ministro Celso de Mello, e fundou-se no fato de o ex-PM ter readquirido seu status de civil. Nesta condição, segundo dispõe o próprio Código Penal Militar (CPM), e também jurisprudência consolidada do STF, não há como ser processado por deserção, pois a este crime somente está sujeito o militar.
Como Russi foi afastado da PM do Paraná por questões disciplinares e não retornou à corporação, ele não pode mais ser processado pelo crime de deserção. Ao votar pela extinção do processo, o relator do processo, ministro Celso de Mello, reportou-se a doutrina no mesmo sentido, a parecer da Procuradoria-Geral da República e a diversos precedentes.
Entre eles, citou os HCs 79531, 90672 e 90838, relatados, respectivamente pelos ministros Marco Aurélio, Joaquim Barbosa e Cármen Lúcia Antunes Rocha, e ao Recurso Ordinário em Habeas Corpus (RHC) 83030, relatado pela ministra Ellen Gracie. 
No HC impetrado no Supremo, o ex-PM se insurgia contra decisão de relator de Recurso Ordinário em HC (RHC) 24607, contendo igual pleito e indeferido pelo relator no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

LEIA MAIS

Vídeo amador flagra homens armados na Favela da Rocinha

Vídeo amador flagra homens armados na Favela da Rocinha

No vídeo, eles circulam livremente pela favela ostentando armas.
Registro foi feito durante o jogo Brasil x Chile, na última segunda-feira (28).

Do RJTV
Homens circulando com fuzis livremente em plena luz do dia. O flagrante, feito por um cinegrafista amador na segunda-feira (28), mostra criminosos no principal acesso à Favela da Rocinha, em São Conrado, na Zona Sul do Rio. Segundo os moradores, a cena é comum no local, onde milhares de pessoas circulam todos os dias.
Depois de assistir às imagens, o comando da Polícia Militar afirmou que evita confrontos na área mostrada na reportagem por causa da grande circulação de pessoas no local. A corporação diz ainda que somente a instalação de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) poderá acabar com o domínio de traficantes armados na área. Segundo a Secretaria de Segurança, no entanto, ainda não há previsão para instalação de uma UPP na Rocinha.
Traficante da Rocinha também controla Cruzada São Sebastião, diz polícia
De acordo com a polícia, o tráfico de drogas na comunidade é comandado pelo traficante Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, que tem vários mandados de prisão expedidos contra ele. A última operação para capturá-lo foi em março, quando cerca de 100 agentes invadiram a favela, sem sucesso. Na ocasião, sete suspeitos morreram.
Ainda segundo a polícia, nos últimos 2 anos, foram apreendidas três toneladas de maconha no morro. Os investigadores descobriram que Nem também controla o tráfico na Cruzada São Sebastião, no Leblon, também na Zona Sul, onde, desde a semana passada, 19 pessoas foram presas.
Nesta terça-feira (29), policiais do Programa Delegacia de Dedicação Integral ao Cidadão (DEDIC) prenderam dois suspeitos no local. Um deles estava com R$ 2.100 em dinheiro e uma folha com a contabilidade do tráfico de drogas na Cruzada.

LEIA MAIS

Polícia Federal apreende mais de 400 quilos de cocaína no interior de SP

Polícia Federal apreende mais de 400 quilos de cocaína no interior de SP

Entorpecente estava escondido em casa de Ribeirão Preto.
Cinco homens foram presos e três fuzis, apreendidos.

Do G1 SP, com informações da EPTV
A Polícia Federal apreendeu, nesta terça-feira (29), cerca de 450 quilos de cocaína em uma casa no bairro Cândido Portinari, em Ribeirão Preto, a 313 km da capital paulista. A apreensão é recorde no município. Cinco homens foram presos. Os agentes também apreenderam três fuzis AR-15 e carros importados.
A droga veio de avião do Paraguai e seria distribuída em São Paulo, Rio de Janeiro e no Sul do país. Um diretor da Polícia Federal irá se pronunciar oficialmente sobre o caso nesta quarta-feira (30). Na região de Ribeirão Preto, a maior apreensão havia ocorrido em 2007: foram 431 quilos encontrados em Pradópolis.

LEIA MAIS

Publicidade Google

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO