quarta-feira, 30 de junho de 2010

Suspeita é que curto-circuito causou explosão de bueiro, diz laudo inicial




Suspeita é que curto-circuito causou explosão de bueiro, diz laudo inicial

Prova pericial afirma que curto-circuito estaria em torno de 13 mil volts.
Turistas feridos na explosão estão lúcidos, confirma clínica.

Do G1 RJ
A explosão de um bueiro, na terça-feira (29), em Copacabana, na Zona Sul do Rio, pode ter sido causada por um curto-circuito, segundo laudo inicial da perícia divulgado nesta quarta-feira (30). Dois turistas americanos ficaram gravemente feridos no acidente. Eles estão internados na unidade de queimados da Clínica São Vicente, na Gávea, também na Zona Sul.

De acordo com o delegado Fernando Reis, titular da Delegacia de Atendimento ao Turista (Deat), a prova pericial afirma que o curto-circuito estaria em torno de 13 mil volts.

“Segundo a prova pericial, o que detonou o evento foi exatamente um curto-circuito cuja intensidade estaria em torno de 13 mil volts, ou seja, independente de qualquer outro fator externo esse evento por si só já seria suficiente pra causar o dano verificado", afirmou.
A polícia já ouviu o depoimento de seis pessoas, entre funcionários da Light e testemunhas da explosão. Moradores contaram que sentiram cheiro forte na noite de segunda-feira (28).

A cinco metros do bueiro da Light que explodiu, há uma tubulação da CEG. Mas segundo o delegado Fernando Reisa, o laudo preliminar diz que não havia vazamento de gás na última terça, no momento em que a perícia foi feita.

O presidente da Light, concessionária de energia elétrica do Rio, Jerson Kelman, informou nesta quarta-feira que, no dia 8 de junho, os dois transformadores que ficam no bueiro haviam sido trocados. “Nós trocamos os transformadores em junho e trocamos o ventilador em abril. De forma que não entendemos direito o que aconteceu”, declarou Kelman.

'A responsabilidade é nossa', diz Light
“Essa mistura de gás e eletricidade é perigosa. Nós temos uma equipe da Light e da CEG (distribuidora de gás do Rio) que vistoriam as caixas de passagem. Tem uma obra recente da CEG. Eu não estou dizendo que é gás (o motivo da explosão), mas tem que investigar todas as possibilidades. A Light e a CEG juntas têm que investigar todas as possibilidades”, declarou o presidente da Light.

“A responsabilidade é nossa, não é do cidadão. Mas se um cidadão passa, vê fumaça saindo, sente cheiro de gás ou de alguma coisa queimada, ele pode, mas não é obrigação, avisar às concessionárias”, pediu Kelmann.

Turistas estão lúcidos, confirma clínica

Os turistas americanos foram atingidos quando passavam pela esquina da Rua República do Peru com Nossa Senhora de Copacabana. A explosão deixou Sarah Nicole, de 28 anos, com 80% do corpo queimado.  Ela chegou a ser submetida a uma cirurgia quando ainda estava no Hospital Municipal Miguel Couto, antes da transferência para o outro hospital.

O marido dela, o americano David James, de 31 anos, também foi transferido para a mesma unidade de saúde e seu estado é grave. Segundo a assessoria da Clínica São Vicente, ele está com 30% do corpo queimados. Ainda segundo a clínica, os dois estão lúcidos e se alimentam via oral. Como o tratamento para queimaduras é grave, o casal poderá ficar internado de um a dois meses.
Os parentes dos americanos devem chegar ao Brasil nas próximas horas.

Outras explosões

Em um ano, pelo menos seis bueiros da Light explodiram em vários pontos do Rio. Ao todo, três pessoas ficaram feridas. A polícia quer saber se há alguma relação entre esses casos e o acidente de da última terça-feira. A Light também está investigando as causas de explosão.

“Nós temos que verificar se esse monitoramento está sendo feito conforme o planejado e, se estiver, não é suficiente porque o cidadão tem o direito de, andando pela calçada, andar seguramente. Se o que estamos fazendo não é suficiente, vamos fazer mais”, disse o presidente da Light.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou que espera por um relatório da Light sobre o acidente para decidir as providências que serão tomadas. Segundo a Aneel, o documento deverá ser entregue pela concessionária ainda hoje.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO