terça-feira, 31 de agosto de 2010

Prezado PM, BM, PENSIONISTA - SAGA DO FUNCIONÁRIO PÚBLICO




Prezado PM, BM, PENSIONISTA - SAGA DO FUNCIONÁRIO PÚBLICO








SAGA DO FUNCIONÁRIO PÚBLICO I - SYLO COSTA/O TEMPO/10/03/2010.



"No governo Bias Fortes, o pagamento chegou a atrasar 11 meses. O secretário das finanças de então era ninguém menos que Tancredo Neves.
Quando chegaram as eleições de 60, os candidatos a governador eram Tancredo e MAgalhães Pinto.
Tancredo contava com o apoio de 73 dos 82 deputados da Assembléia e Magalhães Pinto, candidato de oposição, que contava somente com a bancada da UDN e os funcionários públicos.
(ver anexos)
Mas Magalhães Pinto contou com o apoio maciço dos funcionários públicos(Ativos, Inativos, Pensionistas) e ganhou as eleições.
"NINGUÉM GANHA ELEIÇÃO EM MINAS GERAIS SEM O APOIO DOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS"
(Palavras do Jornalista Sylo Costa/Jornal O TEMPO/ de 20 de janeiro de 2010)
 A SAGA DO FUNCIONÁRIO PÚBLICO II - SYLO COSTA/Jornal o Tempo/20/01/2010.
Fineza ler com atenção o artigo. É uma verdadeira aula de direito.  Vamos dar ênfase para o último parágrafo:

..."Dirijo, então, um recado ao professor Anastasia, que não entende de política, mas é doutor em direito administrativo: 
reconheça seus erros, conserte esta coisa, se quiser ganhar as eleições, do contrário poderá ter sua marcha, que já não é tão célere, interrompida pelos funcionários públicos..."
A COISA a qual se refere o articulista é o Abono de Produtividade.

Em 1960, Magalhães Pinto derrotou Tancredo Neves para o governo de Minas com o apoio maciço dos funcionários públicos.
Vamos fazer a história se repetir em outubro DE 2010.
A SAGA DO FUNCIONÁRIO PÚBLICO  III - SYLO COSTA - Jornal "O TEMPO" / 24/03/2010.
..."O governo esquece que não vivemos mais no tempo do direito natural ou consuetudinário, o estado organizado vive do direito positivo, do direito codificado na Constituição e da legislação infraconstitucional."
Começo então a entender o tal "choque de gestão": retiraram do servidor em atividde as vantagens patrimoniais, como o quinquênio e o trintenário, substituídas pela tal de produtividade - típica da iniciativa privada - e, assim, excluíram os inativos, privando-os de seus direitos. Isso é desumano.
O tal choque de que tnto falam nada mais é que um "cano" nos aposentados." ...Fineza ler o artigo completo.
NOVAS FONTES DE ARRECADAÇÃO - VITTORIO MEDIOLI - Jornal "O TEMPO" /25/03/2010.
Há três semanas leio admirado os artigos de Sylo Costa neste espaço, sempre vertendo sobre a remuneração e a carreira do servidor público de Minas Gerais. Hoje passei a entender melhor o assunto e o sofrimento dessa categoria mal paga, submetida a um controle que por sua vez a gratifica conforme o desempenho."...
PROMESSAS NEGATIVAS - Vejamos:
JORNAL DE UBERABA - de 09/10/2008.
Anastasia fala sobre efetivação dos direitos fundamentais.

..."Anastasia falou para alunos da graduação, pós-graduação e professores sobre a Administração Pública e a efetivação dos direitos fundamentais e
-" defendeu o fim da isonomia na administração pública para melhoria nos serviços prestados à sociedade."
- "Não há nada mais antigo e atrasado que a isonomia no serviço público."
-" Nossa realidade deve ser a adoção da  remuneração variável para os servidores, o atingimento de metas e indicadores para a melhoria da qualidade dos serviços públicos."
As más intenções do Vice-governador para com os funcionários públicos, principalmernte os APOSENTADOS  e PENSIONISTAS, não são de agora.
 
A SAGA DO FUNCIONÁRIO PÚBLICO IV - SYLO COSTA  - Jornal "O TEMPO" / 31/03/2010. - Fineza ler todo o artigo com atenção.
 O colunista faz diversas citações das Constituições Federal e Estadual, a saber:
CONSTITUIÇÃO FEDERAL:                        CONSTITUIÇÃO ESTADUAL:
- artigo 5º - INCISO XXXVI                       - artigo 36 - parágrafo 4º
- artigo 40- parágrafo 8º                          - artigo 39 - prágrafo 12º:
do artigo destacamos:

..."Eu não desconheço a competência do professor Anastasia, 
mas discordo de seus métodos."...
..."O professor sabe, melhor que eu,  
que a lei não retroage para prejudicar."...
..."Desobedece o artigo 40, § 8º, da Constituiçõ Federal e prejudica muita gente."...
..."ALÉM DA ILEGALIDADE, COMETE TAMBÉM  UM DOLOSA INJUSTIÇA CONTRA OS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS APOSENTADOS.  - SYLO COSTA - Jornal "O TEMPO" - 17/03/2010."
QUEM PUNE OS MAUS POLÍTICOS É O ELEITOR.

Postado no Blog da Renata por
Sgt Wellington - Colaborador 

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO