quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Policiais civis protestam em SP para pressionar governo a aprovar reestruturação




Policiais civis protestam em SP para pressionar governo a aprovar reestruturação
Eles exibiram painéis com o ranking nacional dos salários pagos nos demais estados brasileiros.

Cerca de cem policiais participaram na tarde desta quarta-feira de um protesto no centro de São Paulo que tinha como objetivo pressionar o governo a aprovar o projeto de reestruturação da Polícia Civil.
O evento, organizado pela Associação dos Delegados de Polícia de SP, começou na praça da Sé e terminou em frente ao prédio da Secretaria da Segurança Pública.
A quatro dias das eleições, os delegados descartaram o caráter partidário do protesto. "É uma manifestação política institucional. Queremos mostrar para a sociedade quais são as dificuldades que nós delegados passamos", afirmou a presidente da associação, Marilda Pansonato Pinheiro.
Entre os pedidos dos delegados estão reajuste salarial, extinção de algumas carreiras da Polícia Civil e que seja implantada a inamovibilidade do profissional. Ou seja, que os policiais não sejam transferidos por decisões unilaterais.
"Os promotores e os magistrados já tem esse benefício. Eles têm autonomia para atuar. No nosso caso, não temos. Podemos ser transferido por uma questão política", disse o delegado Geraldo Caputo, um dos que participou do protesto.
Para tentar atrair a atenção da população, os policiais contrataram ao menos 15 pessoas para distribuir folhetos, segurar placas de protesto e fazer uma apresentação teatral.
Quatro atores vestidos de palhaços fizeram a encenação de um programa de TV em que três entrevistadores questionavam um político, chamado Pinóquio, sobre questões relacionadas à segurança pública. Ao final de cada promessa, os manifestantes vaiavam, apitavam ou chamavam o palhaço de mentiroso.
A reportagem constatou que ao menos dois delegados que participavam da manifestação estava armados. Entretanto, o protesto foi pacífico, sem confrontos.
Outro lado
Procurada, a Secretaria da Segurança Pública disse que o projeto de reestruturação da Polícia Civil está tramitando no governo. O órgão não estipulou um prazo para que eventuais mudanças sejam aplicadas.
Sobre reajuste salarial, a secretaria informou que não há nenhuma discussão neste momento, já que os projetos de segurança pública visam atender todas as carreiras policiais, não apenas a de delegados.

ParaibaemQAP e ASSTBM

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO