domingo, 31 de outubro de 2010

Ricardo, Maranhão e a Segurança: Quem sairá vitorioso?





Por: Redação/ParaibaemQAP
Todos os paraibanos já têm conhecimento das promessas de reajuste salarial para os policiais militares, civis, bombeiros e agentes penitenciários na Paraíba, feitas pelos candidatos ao governo do Estado José Maranhão (PMDB, à direita na foto) e Ricardo Coutinho (PSB).
Mas como o ParaibaemQAP é acessado por vários profissionais da segurança em de vários estados brasileiros, que estão alheios aos detalhes dessa história, vamos deixá-los a par do assunto.
No primeiro turno das eleições 2010, nenhum dos dois candidatos falou em aumento salarial para esses servidores. Pelo menos nos valores ora prometidos. A segurança pública era, antes do dia 3 de outubro, um setor “como outro qualquer”. E nada mais.
No entanto, diante da derrota no primeiro turno, o candidato à reeleição José Maranhão fez uma promessa de saltar os olhos: “Vou pagar a PEC 300 da Paraíba”. Decifrando: equiparar os salários dos PMs, bombeiros, policiais civis e agentes penitenciários com o salário pago à PM de Sergipe. Foi o estopim para um frisson no setor.

Um soldado/PM, que hoje recebe em torno de R$ 1.500,00, passaria a ganhar R$ 3. 100,00, aproximadamente, em parcelas que seriam pagas de janeiro de 2011 até julho de 2012. Já os agentes da Polícia Civil e do sistema penitenciário saltariam de R$ 1.900,00 para R$ 3.300,00, também nesse período.
A PC, aliás, está em greve porque, nesse caso, a ‘equiparação’ com Sergipe não se concretizou, uma vez que lá um agente/PC recebe em torno de R$ 4.900,00. De toda forma, a “PEC da Paraíba” não deixa de ser um bom negócio para os profissionais da área.
Aprovada
O reajuste já foi aprovado pela Assembléia Legislativa e sancionado pelo governador José Maranhão. Ou seja, ao que tudo indica, não há mais como “voltar atrás” e desfazer o aumento (a não ser por questões de ordem jurídico-legais que fogem do nosso domínio).
Reação
Temendo um crescimento da aceitação eleitoral nesses segmentos profissionais, devido à proposta da tal ‘PEC’, eis que o candidato Ricardo Coutinho afirmou que, se eleito, vai cumprir o aumento salarial que está tirando o sono dos policiais, bombeiros e agentes penitenciários e, de quebra, aprovar PCCRs para as categorias. Ricardo ganhou no primeiro turno com uma diferença de 10 mil votos, aproximadamente, e não quer perder a fatia dos votos dos policiais que lhe foi dada.
Quem vence a eleição?
É óbvio que um dos dois candidatos sairá vitorioso neste domingo (31). Mas, levando-se em consideração as promessas e declarações de ambos, pelo menos uma conclusão já podemos tirar antes do “abrir das urnas”: os profissionais da segurança pública foram os grandes vencedores das eleições 2010 na Paraíba. E já podem comemorar.
Do ‘anonimato’ no primeiro turno à vedete na segunda etapa, agora é esperar o tempo passar e buscar o dinheiro na conta. Seja quem for o governador.
ParaibaemQAP

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO