segunda-feira, 6 de junho de 2011

Imprensa repercute "aumento" oferecido aos Policiais e bombeiros em MG.





" O Governo de Minas anunciou, nesta segunda-feira (6), um reajuste salarial para os policiais civis e militar, além do Corpo de Bombeiros. Em nota, a assessoria do Governo afirma que o aumento entra em vigor a partir de dezembro deste ano, quando os salários serão reajustados em 7%.

O restante será em outubro de 2012 (10%), agosto de 2013 (13%), junho de 2014 (15%), dezembro de 2014 (12%) e abril de 2015 (15%). O reajuste linear, aumento sobre aumento, será de 97% nos quatro anos e beneficiará ativos, inativos, pensionistas e funcionários civis. A proposta incluiu setor administrativo, além dos agentes penitenciários.

Segundo secretária de Estado de Planejamento, Renata Vilhena, o objetivo é que até 2015, os vencimentos atinjam os R$ 4.000, como as categorias reivindicam. Apesar disso, as corporações não estão satisfeitas com a oferta do Estado. A secretária explicou ainda que a proposta tem aumentos anuais e escalonados. A proposta já foi encaminhada para os chefes das polícias.

Para o presidente do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil de Minas Gerais (Sindpol/MG), Denilson Martins, o descontentamento é geral. "O que o governo está nos oferecendo não contempla o que pedimos”, afirmou.

Repercussão
Desde o último dia 10 de maio, a categoria está em greve e trabalha apenas com 50 % do efetivo. Segundo o Sindpol-MG, nesta quarta-feira (8) será feita uma assembleia extraodinária para discutir as reivindicações dos policiais. O encontro será na Praça da Liberdade, em Belo Horizonte, às 14 horas.

Também na quarta, a Associação dos Praças e Policiais e Bombeiros Militares de Minas Gerais (Aspra) irá se reunir para deliberar sobre a proposta do governo. O presidente da Aspra, subtenente Raimundo Nonato Araújo, entendo que o governo já tem condições de oferecer um reajuste imediato de 22%."


"O Governo do Estado ofereceu reajuste salarial de 72%, até 2015, para os policiais civil e militar, além do Corpo de Bombeiros.

Conforme a assessoria de Imprensa do Governo, o aumento entra em vigor a partir de dezembro deste ano, quando os salários serão reajustados em 7%. O restante será em outubro de 2012 (10%), agosto de 2013 (13%), junho de 2014 (15%), dezembro de 2014 (12%) e abril de 2015 (15%). O reajuste linear, aumento sobre aumento, será de 97% nos quatro anos e beneficiará ativos, inativos, pensionistas e funcionários civis.

O Sindicato dos Servidores Policiais Civis de Minas Gerais (Sindpol-MG) e a Associação dos Praças Policiais e Bombeiros Militares de Minas Gerais (Aspra-PM/BM) estão reunidos com a Secretária de Estado de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena, e não foram encontrados para comentar o reajuste.

Para a próxima quarta-feira (8), o Sindpol convocou uma assembleia extraodinária para discutir as reivindicações dos policiais. O encontro será na Praça da Liberdade, às 14 horas."


"O governo de Minas anunciou na tarde desta segunda-feira reajuste salarial para policiais civis, militares e corpo de Bombeiros. Segundo um cronograma estabelecido pela secretária de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena, aumento de será de 72% até 2015.

Em dezembro 2011, os agentes da segurança pública terão os vencimentos elevados em 7%. Nos anos seguintes, os reajustes serão de 10, 13, 15, 14 e 15%. Os agentes prometem cruzar os braçõs a partir de quarta-feira (8) por melhores condições salariais.

Com a medida, o governo espera atender os servidores. "Acredito que é um valor que jamais era esperado pela categoria e que nós estamos conseguindo atender a essa reivindicação", disse a secretária.

Tabela de reajuste:

1º de outubro de 2012 - 10%

1º de agosto de 2013 – 13%

1º de junho de 2014 - 15%

1º de dezembro de 2014 - 12%

1º de abril de 2015 - 15% "

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO