domingo, 31 de julho de 2011

PM prende 14 pessoas suspeitas de atacar posto bancário em MT




Segundo a PM, ladrões tentaram explodir um caixa eletrônico em Tesouro.
Duas pessoas envolvidas na quadrilha ainda estão foragidas, diz PM.
Ericksen Vital

Prisões Tesouro (Foto: Assessoria PM)
Prisões dos suspeitos foram feitas durante blitze e
barreiras feitas em rodovias (Foto: Assessoria PM)
Catorze pessoas foram presas suspeitas de envolvimento em uma quadrilha que tentou explodir um caixa eletrônico de um posto bancário no município de Tesouro, a 385 quilômetros de Cuiabá. Na noite da última quinta-feira (28), os suspeitos danificaram o sistema de telefonia da cidade, fizeram policiais reféns e trocaram tiros com a Polícia Militar durante a fuga.
Segundo o comandante do Comando Regional, coronel Valdivino Tavares Pimentel, as buscas aos criminosos começaram logo após o registro da ocorrência. Ele explicou que os policiais feitos reféns foram liberados durante a fuga em uma estrada deserta. A seguir, a Operação recebeu reforço de PMs de outras regiões do estado, totalizando cerca de 80 homens no total. Desde então, de sexta-feira até este domingo (31) foram sendo efetuadas as prisões dos bandidos por meio de blitze e barreiras realizadas em estradas na região sul do estado.
 Valdivino Pimental explicou que seis pessoas foram presas no município de Guiratinga e oito em Rondonópolis, cidades da região sul do estado, localizadas respectivamente a 334 e 218 quilômetros da capital Cuiabá. Eles devem responder criminalmente por porte ilegal de armas, formação de quadrilha e tentativa de assalto. Ele afirmou ainda que a inteligência da PM ainda busca saber se as pessoas respondem a outros crimes.
Dos 14 suspeitos presos, o comandante disse que três deles tiveram participação direta na tentativa de roubo, no cárcere dos policiais e na troca de tiros com a PM. Os policiais feitos reféns foram liberados na fuga em uma estrada deserta. Ele destacou que pelo menos dois deles seriam funcionários públicos. Valdivino Pimental comentou que as buscas continuam porque duas pessoas supostamente envolvidas no crime ainda estão foragidas.
Na Operação, a PM também apreendeu cinco veículos, duas armas, 13 aparelhos celulares, dois cilindros de gás, quatro rádios comunicadores e várias munições. “Fizemos um trabalho árduo, de muita dedicação, principalmente dentro da mata, onde foi necessário realizar escala com pelo menos 40 homens, dia e noite, para a captura desses criminosos. Houve momentos em que contamos com aproximadamente 80 policiais nas buscas”, finalizou o comandante.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO