quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Reunião entre professores e Ministério Público termina sem acordo e greve continua em Minas Gerais




TABATA MARTINS/NATÁLIA OLIVEIRA
FOTO: CHARLES SILVA DUARTE/O TEMPO
Categoria foi até a Praça Sete, onde fez o 'enterro' simbólico do subsídio proposto pelo governo.

Após a realização do enterro simbólico do subsídio e a realização de reuniões com representantes do Ministério Público Estadual (MPE) e da Superintendência Metropolitana de Educação, os professores decidiram manter a greve, que já dura 84 dias.

De acordo com o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE), os professores não voltarão às salas de aulas enquanto o Governo não apresentar uma proposta que atenda às reivindicações da categoria.

Em contato com a assessoria do MP, o órgão informou que não vai se pronunciar sobre o que foi discutido durante a reunião desta terça.

Na manhã desta quarta-feira (31), será realizada mais uma reunião entre representantes da categoria e a Secretaria da Educação, quando a proposta do Sind-UTE de não aceitar o regime de subsídio será posta em discussão. Na parte da tarde, às 14h, os professores irão se reunir em mais uma assembleia no pátio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, no bairro Santo Antônio.
Fonte: O TEMPO

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO