sexta-feira, 28 de outubro de 2011

CONFRONTO ENTRE PMS E ESTUDANTES NO CAMPUS DA USP




CONFRONTO ENTRE PMS E ESTUDANTES NO CAMPUS DA USP: Parabéns aos policiais que prenderam os alunos drogados 
                                               
Por Cabo Cláudio Cassimiro Dias 

Assisti atônito às cenas de estudantes quebrando viaturas da Polícia Militar e da Polícia Civil, além de danos ao patrimônio da Universidade de São Paulo. 

Me fez recordar de algumas cenas do filme “Tropa de Elite”, do Diretor José Padilha onde o personagem “André Matias” teve dificuldades de convivência com outros estudantes devido ao uso que alguns faziam, de drogas dentro do ambiente estudantil. 

O conflito vivido pelo “ASPIRA André Matias” se deu em virtude do questionamento do mesmo sobre, se a elite estudantil e “intelectual” que deveria dar exemplo e fazer a diferença na Nação, simplesmente fomentava o tráfico de drogas e a disseminação da violência fruto das vendas de drogas no seio das universidades e pela cidade, principalmente na periferia. 

O personagem do “professor” citando Foucault fundamenta sua explicação acerca de suposta violência por parte da polícia. 

Com isso, o Diretor do Filme Tropa de Elite consegue demonstrar bem e com conhecimento a dicotomia entre os princípios que deveriam nortear a formação dos estudantes, e a contramão de direção na qual alguns optavam seguir. 

O que ocorreu na USP trata-se sem duvidas de uma quebra de princípios, não só morais, mas extrema falta de educação por parte de alguns alunos daquele campus. 

A Polícia abordou alguns estudantes que estavam preparando cigarros de maconha para fumar, ou seja, uma abordagem totalmente legal e pautada na previsão do Código Penal Brasileiro. 

Parabéns aos policiais militares que fizeram valer a lei, e que absurdamente foram agredidos por alguns estudantes inconseqüentes, e que muito me preocupa, pois serão os formadores de opinião e futuro de nossa Nação, quicá, nossos governantes, juízes, policiais e promotores, dentre outras funções de comando no nosso país. 

É lamentável, que isso ocorra, e que alunos invadam o Campus da universidade sem um motivo justificável, mais como baderneiros, do que como cidadãos que reivindicam algo de cidadania. 

Antes de terminar esse texto examinei bem se houve ou não arbitrariedades por parte da PM, para que eu não cometesse injustiça, porem, o que vi foi uma ação totalmente legal, e estudantes inconseqüentes, com ações delituosas e vexatórias. 

Aos policiais, novamente, minhas palmas e uma continência respeitosa. 

Texto enviado por:

Cláudio Cassimiro Dias, CABO PM, Pós Graduado em Criminologia, Bacharel em Direito, Bacharel em História, Palestrante e Pesquisador da História Militar.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO