terça-feira, 29 de novembro de 2011

Greve no Maranhão: Coronéis emitem nota e falam em deserção




Imirante.com / ParaibaemQAP

A nota volta a afirmar que a governadora Roseana Sarney só retomará as negociações com o fim da greve. 

Foto: Ascom

Após reunião, realizada no fim da manhã desta segunda-feira (28), 23 coronéis do Alto Comando Geral das corporações militares do Maranhão assinaram nota oficial, na qual convocam os oficiais que participam da greve a retornarem ao trabalho, sob pena de multa de R$ 200 (conforme decisão judicial) e instauração de Processo de Deserção.

Eles ressaltam, ainda, que os militares que ingressaram entre 2007 e 2010 serão submetidos a processo administrativo disciplinar que pode resultar em exclusão ex-officio, por não terem estabilidade no serviço público.

A nota volta a afirmar que a governadora Roseana Sarney só retomará as negociações com o fim da greve.

Assinaram a nota os seguintes coronéis: José de Ribamar Vieira, Franklin Pacheco Silva, Marcos Sousa Paiva, Edilson Moraes Gomes, Lauro de Jesus Ribeiro de Melo, Emy Rodrigues Linhares, Jonas Batista Durans, Edmilson da Silva Saldanha, Adécio Luis Vieira, Antonio Pinheiro Filho, Roberto Uchoa Lima, Inaldo Pereira da Silva, Iratan Barbosa dos Santos, Evanildo Soares da Silva, Francisco Wellington Pereira Caetano, Rosivaldo Costa Ribeiro, Agostinho Gonçalves Silva, Flávio Antonio Silva de Jesus, Erinaldo Pinheiro de Almeida, Roberto dos Santos, João Vanderley Costa Pereira, Célio Roberto Pinto de Araújo e José Henrique Pessoa de Brito.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO