sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Governo promete e não paga diárias operacionais do Carnatal aos policiais militares





Os 1.200 policiais e bombeiros militares que trabalharam no Carnatal, durante quatro dias seguidos, ainda estão sem receber as diárias operacionais pela prestação de serviço extra. O valor de cada diária é R$ 50. 

“O Governo do Estado havia prometido que as diárias seriam pagas logo após o Carnatal. Na semana passada, a governadora desmentiu essa promessa, feita pelo Comandante da PM. Cel. Araújo, e disse que o pagamento seria efetuado junto com o pagamento de dezembro. Mas o salário entrou hoje e nada de diárias operacionais”, reclamou o presidente da Associação dos Cabos e Soldados da PM/RN, Cabo Jeoás. 

As diárias operacionais são um serviço extra, no qual o policial se disponibiliza a trabalhar no período de folga. A diária operacional não é obrigatória. “O não pagamento deixou a categoria muito descontente e isso prejudicará a segurança no Réveillon e da Operação Verão, já que os policiais não estão se disponibilizando a trabalhar no horário de folga, em que poderiam descansar ou estar com sua família, sem receber”, afirmou o Cabo Jeoás. Complementando que os policiais militares não podem ser responsabilizados pelo fato do Estado não possuir um efetivo policial suficiente para trabalhar nas festas. 

“O governo precisa ter atenção e compromisso com os policiais, principalmente, quando estes sacrificam o seu horário de folga, aumentando a sua carga horária, para prestar um serviço ao Estado e a população. Esperamos sensibilidade do governo em garantir esse pagamento até amanhã para que os policiais trabalhem no Réveillon”, disse o presidente da ACS PM/RN. 

Assessoria de Imprensa 

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO