terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Polícia Federal faz operação para combater crimes financeiros em MG




Mandados estão sendo cumpridos em Belo Horizonte e em Lagoa Santa.
Investigados podem responder por estelionato e lavagem de dinheiro.


A Polícia Federal (PF) realiza, nesta terça-feira (31), em Belo Horizonte e em Lagoa Santa, na Região Metropolitana de BH, uma operação com o nome "Gizé". Os trabalhos policiais são para combater crimes financeiros contra a administração pública, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro.

Estão sendo cumpridos oito mandados de prisão temporária, três em BH e cinco em Lagoa Santa; 18 mandados de busca e apreensão (pessoas físicas e jurídicas), sendo três na capital e 15 na Grande BH; 20 mandados de apreensão de bens imóveis; 40 mandados de apreensão de veículos, bloqueio de contas bancárias e bens.

Os investigados podem responder por estelionato, formação de quadrilha, falsidade documental, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e outros crimes contra o Sistema Financeiro Nacional. As penas, somadas, podem chegar a 90 anos de prisão.

De acordo com a PF, há indícios de que a organização suspeita estaria captando recursos de terceiros e fazendo os pagamentos com valores acima do feito pelo mercado, emprestando dinheiro a juros e operando no ramo de seguros automotivos sem autorização dos órgãos responsáveis. Ainda de acordo com a polícia, a maioria dos clientes da empresa suspeita seria de militares da Aeronáutica.

A PF apura também a contratação de financiamentos irregulares, mediante fraudes e pagamento de vantagens indevidas, além de outros crimes como sonegação fiscal e lavagem de dinheiro. Ainda de acordo com a corporação, a investigação tem o conhecimento e a colaboração do Comando da Aeronáutica e da Superintendência de Segurança da Caixa Econômica Federal em Brasília.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO