domingo, 29 de abril de 2012

Corregedoria vai investigar PM presa com droga em presídio de Cuiabá





Policial de 29 anos foi flagrada ao entrar com droga em penitenciária.
Ela recebia R$ 1 mil para liberar entrada de maconha na unidade.

Vivian Lessa


A Corregedoria da Polícia Militar de Mato Grosso deve abrir um processo administrativo contra a policial que foi presa ao tentar entrar com mais de dois quilos de maconha na Penitenciária Central do Estado (antigo presídio Pascoal Ramos), neste domingo (29) em Cuiabá.

A policial militar de 29 anos foi flagrada com a droga na manhã deste domingo e já está presa no 1º Batalhão da PM, na capital. De acordo com o membro da corregedoria, capitão Dionys Almeida Lavor, o processo administrativo disciplinar pode resultar em uma simples advertência ou até em demissão.

Segundo a polícia militar André Barros, a suspeita trabalha há doze anos na corporação. “Ela trabalhava no presídio feminino em Cuiabá. A função dela era revistar os visitantes e evitar que celulares e drogas fossem parar dentro da cadeia”, descreveu. Segundo as investigações, a suspeita recebia R$ 1 mil por cada quilo de droga que entrava no presídio. Na casa da servidora, os agentes também encontraram mais entorpecentes, celulares e R$ 2 mil em dinheiro.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO