sexta-feira, 29 de junho de 2012

PMs circulam à paisana nos ônibus para conter ataques em SP





Base policial foi atacada na madrugada desta quinta-feira (28).
Dois suspeitos estavam em moto e dispararam oito tiros. Ninguém se feriu.

Do G1 SP
Policiais militares à paisana estão sendo colocados dentro dos ônibus em São Paulo para tentar conter os ataques que vêm ocorrendo nas últimas semanas. A medida foi uma determinação do comando da PM. 

Na madrugada desta quinta-feira (28), uma base policial também foi alvo de criminosos. Dois suspeitos estavam em uma moto e dispararam oito tiros contra a base, segundo policiais militares. Não houve feridos.

Ônibus incendiado
No oitavo caso de ônibus incendiados desde domingo (24), na Grande São Paulo, mais um coletivo foi alvo de ataque na noite desta quarta-feira (27) no Parque Dourado, em Ferraz de Vasconcelos.

Segundo a PM, o ataque ocorreu por volta das 21h50, contra um ônibus da Viação Real, e teria sido praticado por jovens. Eles forçaram os passageiros a descer e depois incendiaram o veículo. Não há informações sobre feridos tampouco sobre suspeitos presos.

Parte da frota de ônibus municipais da companhia Via Sul, que opera na região do Sacomã, na Zona Sul de São Paulo, havia sido recolhida no início da noite de quarta, mas já voltou a circular normalmente na manhã desta quinta (28). Moradores relataram ao G1 rumores de que criminosos ordenaram um "toque de recolher" na região. A polícia nega e diz que não há ocorrência do gênero. Apesar disso, os veículos que saíram ainda na madrugada desta quinta das garagens foram escoltados pela polícia.

Na madrugada desta quarta, um ônibus foi incendiado por criminosos na área do Sacomã. Outros dois casos semelhantes aconteceram entre a noite de terça (26) e a madrugada de quarta.

A SPTrans, responsável pelos coletivos da capital paulista, disse na noite desta quarta que "mantém conversa com o Comando da Polícia Militar para preservar a segurança do transporte público". Na avaliação da SPTrans, a parada dos ônibus da empresa Via Sul ocorreu em decorrência dos ônibus queimados nesta semana.

O órgão público informou ainda que o Terminal Parque Dom Pedro, na região central de São Paulo, funcionava normalmente durante a noite, mas linhas da Via Sul que deviam partir de lá não estavam circulando.

A SPTrans não informa quantos veículos foram recolhidos. A Polícia Militar foi acionada para reforçar a segurança e garantir o transporte público. De acordo com a PM, nenhum chamado foi registrado na região.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO