segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Cabo da Aeronáutica é morto com 29 tiros de fuzil em Campinas





O cabo da Força Aérea Brasileira (FAB) Luiz Henrique Pereira da Silva, 31 anos, foi assassinado neste domingo em Campinas, dentro do carro. A polícia encontrou pelo menos 29 projéteis de fuzil pelo chão, próximo ao local onde o militar estava estacionado, na avenida Amoreiras, em frente a uma pizzaria.

O caso foi divulgado nesta segunda-feira. Os disparos perfuraram os vidros e a lataria do veículo. Silva estava sentado no banco do motorista e com a arma na cintura.

A Policia Civil registrou a ocorrência como latrocínio (roubo seguido de morte). O crime será investigado pela Delegacia de Proteção à Pessoa da cidade. Segundo uma testemunha, o cabo fazia "bico" como segurança. Era de costume ele ficar dentro do carro parado, a poucos metros da pizzaria.

Uma testemunha informou à policia ter visto um carro modelo Fiat Strada de cor escura deixar o local após os disparos. De acordo com o capitão Marlon, do 47º Batalhão da Policia Militar, a quantidade de tiros foi "impressionante", e a primeira suspeita é que o objetivo era a morte da vitima.

A carteira com documentos e o celular da vítima foram encontrados dentro do carro. O militar estava em dia de folga. O corpo foi encontrado sem os sapatos, com as pernas cruzadas e a pistola Glock, com registro da Aeronáutica, presa à cintura. A polícia está em busca mais informações.

Por ROSE MARY DE SOUZA

Direto de Campinas

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO