terça-feira, 28 de agosto de 2012

Ex-motorista de Bruno sofre atentado a tiros e desaparece





Cleiton foi baleado no ombro e não deu entrada em nenhum hospital

O ex-motorista do goleiro Bruno Fernandes, Cleiton Gonçalves, foi baleado na noite de domingo (26) em um bar no bairro Liberdade, na divisa entre Contagem e Ribeirão das Neves, na região metropolitana de BH. A polícia suspeita da existência de uma lista de execução de envolvidos no caso Bruno, já que um primo do goleiro, Sérgio Rosa Sales, foi executado na última semana. 

Cleiton foi perseguido pelos suspeitos, que atiraram várias vezes. Ele teria sido atingido por dois disparos no ombro, segundo testemunhas. Um adolescente foi ferido na perna. Amigos socorreram Cleiton, que não foi mais encontrado. Ele não deu entrada em nenhum hospital da região metropolitana de Belo Horizonte.

O motorista foi preso na época do desaparecimento de Eliza Samudio porque dirigia a caminhonete de Bruno quando Eliza foi levada para o sítio do jogador em 2010. Ele é considerado testemunha no caso.

Cleiton foi preso em março por suposto envolvimento em um homicídio relacionado a umadisputa pelo tráfico de drogas. Um jovem foi assassinado com seis tiros dentro de uma churrascaria.

Corregedoria

A Corregedoria da Polícia Civil divulgou nesta segunda (27) quevai assumir as investigações pela morte de Sérgio Rosa Sales, primo do goleiro. Segundo a corporação, a mudança visa dar transparência ao processo, já que o rapaz denunciou constrangimentos sofridos no Departamento de Investigações de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Fonte: R7 MG, com TV Record

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO