quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Ex-PMs que liberaram carro que matou filho de Cissa são julgados





Rafael Mascarenhas foi atropelado enquanto andava de skate em túnel. 

Ex-PMs teriam cobrado R$ 10 mil para liberar o motorista que matou Rafael.


Rafael Mascarenhas morreu atropelado em julho de 2010 
(Foto: Reprodução / Multishow)

A assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça confirmou que foi antecipado para esta quinta-feira (23) o julgamento do ex-PMs acusados de receber suborno para liberar os envolvidos no atropelamento de Rafael Mascarenhas, filho da atriz Cissa Guimarães, em julho de 2010.

Ainda de acordo com o TJ, o julgamento começou por volta das 14h30 no Auditório da Justiça Militar, no Centro do Rio de Janeiro. Rafael Mascarenhas morreu atropelado quando andava de skate no Túnel Acústico, na pista sentido Gávea, na Zona Sul do Rio. Na ocasião, o túnel estava fechado para reparos.

O julgamento dos dois ex-policiais militares havia sido adiado algumas vezes. A última foi do dia 19 de agosto para o dia 30. O ex-sargento Marcelo José Leal Martins e o ex-cabo Marcelo de Souza Bigon respondem à acusação de corrupção passiva na Justiça Militar.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, os ex-PMs teriam cobrado R$ 10 mil de propina para liberar o motorista Rafael Bussamra, que confessou ter atropelado o jovem, após o acidente. Os suspeitos negam a acusação.

O motorista que o atropelou e matou a vítima, Rafael Bussamra, foi acusado pelos crimes de homicídio doloso (quando há intenção de matar), corrupção ativa (duas vezes), fuga do local do acidente, participação de corrida automobilística não autorizada em via pública e fraude na pendência do procedimento policial.

Fonte: G1 RJ

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO