domingo, 19 de agosto de 2012

Militar que dirigia carro que deixou quatro mortos será sepultado em Conselheiro Pena





Eugênio Moraes
Acidente na BR-381, em Betim, deixou quatro mortos

O Corpo do militar Thiiago Oliveira Santos, morto num grave acidente, neste sábado (18), às 5h40, no quilômetro 491,8 da BR-381, sentido São Paulo, em Betim, na região Metropolitana de Belo Horizonte, seria levado à noite para a cidade de Conselheiro Pena, na região do Rio Doce, onde será sepultado. Outras três pessoas também morreram e uma ficou gravemente ferida.

O pai da do policial, José de Oliveira Santos, de 63 anos, aguardava apenas a liberação do Instituto Médico Legal (IML), para levar o corpo do filho para sua cidade natal.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo, Fiat Palio, placa GZD-0853, era conduzido pelo policial militar, que morreu no local. O carro saiu da pista e capotou quando o PM tentou desviar de uma carreta que fazia retorno brusco na pista.

O impacto do capotamento provocou a morte de dois argentinos, Diego Alejandro Boasi, de 37 anos; e Cristian Sebastian Curiart, de 34 anos; e de Daiane da Silva Gonçalves, de 18 anos. Dentro do Palio foram encontradas latinhas de cerveja.

A PRF informou que um dos pneus dianteiros do veículo estava careca. A quinta vítima, Elisângela Rodrigues Silva, de 17 anos, foi encaminhada para o Hospital Regional de Betim. Segundo informação do hospital, ela quebrou a bacia e não corre risco de morte.

O motorista da carreta que fez o retorno não foi identificado. Os corpos estão no Instituto Médico Legal (IML) de Betim. O trânsito no local não sofreu alteração. Os dois argentinos seriam cegonheiros que prestavam serviços para a Fiat. Eles pegaram carona com o PM.

Lady Campos e Carlos Calaes - Do Hoje em Dia

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO