segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Via Dutra é rota de distribuição do tráfico de drogas em todo o país







No primeiro semestre, PRF apreendeu 158 quilos de drogas no Vale.
Comando de Aviação do Exército faz operação de combate nas fronteiras.

A principal rodovia do país virou rota de traficantes. Eles trazem a droga de outros países e usam a Via Dutra para abastecer grandes centros, como o Rio de Janeiro, e cidades do Norte e Nordeste.
Nos seis primeiros meses deste ano, foram 50 operações entre São José dos Campos e Lavrinhas com a prisão de 22 pessoas e apreensão de 140,5 quilos de cocaína, 17,5 quilos de maconha e 600 gramas de crack.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, as mulheres estão agindo cada vez mais no transporte da droga. Elas têm entre 19 e 30 anos, costumam viajar sozinha. Chegam a ganhar até R$ 1 mil pelo serviço. Só na semana passada, duas mulheres foram presas na região por tráfico.
Uma estudante universitária foi presa, em São José dos Campos, transportando 25 quilos de maconha em um ônibus na Via Dutra. Um dia antes, outra mulher foi presa numa blitz na rodovia, em Jacareí, com 50 quilos de maconha.

“Pelo mapeamento feito pela Polícia Rodoviária Federal na região, nós temos verificado os determinados horários e dias da semana. Então, essa fiscalização com policiais especializados na área trabalhando justamente nesses horários específico nesses dias da semana”, disse o inspetor da PRF, Valdwilson Santos.

A droga que passa por São Paulo vem principalmente da Venezuela, Argentina e Paraguai. O principal desafio do combate ao tráfico está nas fronteiras. Para impedir que a droga entre nos país, as Forças Armadas também atuam no patrulhamento da área.

Desde a semana passada, militares reforçaram o policiamento no local e estão fazendo uma operação para combater a entrada de entorpecentes. Cerca de 40 militares do Comando de Aviação do Exército (CAVEx) de Taubaté participação das ações. “Ao longo dos últimos anos e ao longo dos próximos anos essas operações estão sendo intensificadas. A fronteira é grande, mas a gente está atuando em toda a fronteira. Ainda nesse semestre nós teremos uma outra operação Ágata 6 que vai fechar toda essa faixa de fronteira”, revelou o tenente Carvalho Lima do CAVEx.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO