quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Integrantes de banda de pagode e PM são indiciados por estupro




Os nove integrantes da banda de pagode New Hit foram indiciados na segunda-feira, pela Polícia Civil da Bahia, por estupro e formação de quadrilha. O policial militar que fazia a segurança do grupo também foi incluído no inquérito. Os músicos são acusados de terem estuprado duas adolescentes de 16 anos em um trio elétrico na cidade de Ruy Barbosa, a 228 km de Salvador (BA).

De acordo com o delegado Marcelo Cavalcanti, responsável pelas investigações, por meio do laudo fornecido pelo Departamento de Polícia Técnica, de Feira de Santana, foi possível obter provas materiais do crime, como a quantidade de sêmen encontrada nas roupas das meninas e dos músicos. "O volume identificado é bastante superior à quantidade que seria possível atribuir a uma, duas ou até três pessoas", afirmou. O exame confirmou que houve violência sexual contra as jovens.

As duas meninas disseram que entraram no trio elétrico da New Hit para tirar fotos com os artistas no último dia 26 de agosto e teriam sido levadas ao banheiro do veículo, onde afirmam terem sido violentadas pelos integrantes do conjunto, com a conivência do policial que fazia a segurança. Em seguida, as jovens foram à delegacia prestar queixa, e a polícia foi até o trio elétrico deter os suspeitos.

Os músicos foram detidos, preventivamente, na delegacia de Ruy Barbosa e, depois, transferidos para o Presídio Regional de Feira de Santana. O PM acusado de envolvimento no caso segue preso no Batalhão de Choque, em Lauro Freitas, na região metropolitana de Salvador.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO