quinta-feira, 6 de setembro de 2012

MP denuncia ex-militares suspeitos de assalto em São José do Rio Pardo





Eles e outros dois homens são acusados de roubar carro em agosto.
Após serem notificados, eles terão 10 dias para apresentar a defesa.

Armas, capuzes e munições apreendidas pela polícia 
(Foto: Reprodução/EPTV)

O Ministério Público de São José do Rio Pardo (SP) informou nesta quinta-feira (6) que denunciou à Justiça os dois ex-cabos da Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx) , em Campinas. Uma sindicância do Exército concluiu nesta quarta-feira (5) que ambos participaram de um assalto no dia 7 de agosto e os excluiu da corporação.

De acordo com o promotor José Cláudio Zan, os ex-militares e os outros dois envolvidos devem responder pelos crimes de roubo, tentativa de roubo e posse ilegal de armas. Segundo ele, antes de roubarem o carro de uma médica, eles tentaram roubar outro veículo, mas a vítima conseguiu fugir. “Após a notificação, eles têm 10 dias para apresentar a defesa para que a Justiça dê andamento no processo. Haverá uma audiência e serão ouvidas as vítimas, testemunhas e acusados”, disse.

Os quatro homens tiveram prisão preventiva decretada pela Justiça. Os ex-cabos, foram levados para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Campinas e os outros dois homens estão no CDP de Serra Azul. Ainda segundo o promotor, um dos ex-cabos entrou com pedido de liberdade provisória, mas teve liminar negada pela Justiça no dia 23 de agosto. Até esta quinta-feira, nenhum dos acusados apresentou defesa.

O caso
A quadrilha foi encontrada em uma estrada rural que liga São José do Rio Pardo à Divinolândia, após roubar o carro de uma médica, no Centro. Um rapaz de 19 anos e outro de 21 foram presos pela Polícia Militar e levados para a penitenciária de Serra Azul.

Eles estavam no veículo roubado, onde a foram encontrados documentos, roupas, celulares, duas armas, sendo uma de calibre 38 e outra de 32, munição e as fardas do Exército.

No dia 21 de agosto, o delegado Benedito Antônio Noronha disse que inquérito policial concluiu que os suspeitos roubaram o carro da médica para assaltar uma lotérica, em São Sebastião da Grama (SP).

Fardas do Exército encontradas em carro roubado em São José do Rio Pardo 
(Foto: Reprodução/EPTV)

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO