sexta-feira, 28 de setembro de 2012

PM inaugura posto de policiamento na Favela da Chatuba, RJ





Companhia terá 128 policiais para patrulhar a comunidade.
Medida foi adotada após chacina ocorrida no início de setembro.


A Companhia de Policiamento da Chatuba, em Mesquita, na Baixada Fluminense, será inaugurada na manhã desta sexta-feira (28) com 128 policiais. No início do mês, nove pessoas foram mortas por traficantes na comunidade, entre elas, seis adolescentes, conforme mostrou o Bom Dia Rio. Além dos jovens, também foram mortos um cadete da Polícia Militar, um pastor e um morador da comunidade que presenciou a execução do pastor.

No dia 14 de setembro, durante uma visita à comunidade, o secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, afirmou que a ação realizada na comunidade foi emergencial em função das nove mortes. “Não estávamos dirigidos a esse local agora, mas temos uma política de segurança onde não se pode aceitar que em questão de horas tenhamos oito ou 10 homicídios. Esse é um esforço emergencial”, disse Beltrame.

Desde 8 de setembro, quando ocorreu a chacina, cinco pessoas já foram presas e dois menores foram apreendidos. O delegado explicou que todos vão responder pelos crimes de homicídio qualificado, tráfico de drogas e associação para o tráfico..

Muro na Chatuba
Após a chacina, a prefeitura do município começou a construir um muro para proteger a população da Favela da Chatuba, vedando um dos acessos ao Parque Natural de Gericinó, na localidade conhecida como Curral.

Os seis jovens mortos foram: Glauber Siqueira, Victor Hugo Costa e Douglas Ribeiro, de 17 anos, Josias Searles e Patrick Machado, de 16, e Christian Vieira, de 19. Além deles, também foram mortos na região o pastor Alexandro Lima, José Aldeci Junior, 19, e um cadete da Polícia Militar.

Fonte: G1Rio

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO