sexta-feira, 7 de setembro de 2012

PM sem farda é chamada de macaca e agressor acaba preso em Sorocaba





PM estava de folga e fazia compras quando foi agredida verbalmente.
Vaga em estacionamento motivou a ofensa.

A policial militar Meire Aparecida Barbosa, de 45 anos, estava de folga nesta sexta-feira (7) e não usava farda quando foi a um mercado, no centro de Sorocaba (SP), com o filho. A PM foi chamada de macaca por outro cliente, por causa da cor de sua pele.

Meire conta que tentava parar o carro no estacionamento do local quando outro motorista chegou e ocupou a vaga.

O pintor Flávio Aparecido Alexandre, de 42 anos, foi preso em flagrante. Na delegacia, confessou que ofendeu a policial, mas disse que logo em seguida se arrependeu.

O homem foi indiciado por injúria, crime previsto no código penal e que cabe fiança. A delegada determinou o pagamento de R$ 3.5 mil. Como não pagou o valor, Flávio continua preso.

Além do inquérito na polícia, o homem vai responder a um processo na justiça. A vítima já contratou uma advogada que nesta segunda-feira (10) vai entrar com uma ação exigindo uma indenização por danos morais.

Fonte: G1 Sorocaba e Jundiaí





0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO