sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Poços de Caldas sedia a 8ª edição das Olimpíadas Escolares







Conhecida inicialmente pelos seus poços de águas térmicas e sulfurosas com características terapêuticas, Poços de Caldas entrou no cenário esportivo nacional em 2006, quando recebeu, pela primeira vez, as Olimpíadas Escolares do COB. O sucesso da competição foi tão grande que a cidade mineira sediou o evento por quatro anos consecutivos, sempre na categoria de 12 a 14 anos.

Em 2012, o futuro do esporte brasileiro volta a competir na capital do esporte escolar brasileiro, a partir desta quinta-feira, dia 6.

Para receber a competição pela quinta vez, Poços de Caldas conta com diversas parcerias com clubes, colégios, Polícia Militar, sindicato dos hotéis e o envolvimento de todas as 17 secretarias municipais e quatro autarquias.

“Desde o primeiro evento tentamos evoluir e prestar um serviço melhor a todos os envolvidos. Fizemos investimentos e nos últimos anos ganhamos uma pista de atletismo e um ginásio, inaugurado há dois meses. Isso é que fica para a cidade. A cada ano, fazemos melhorias em todos os 16 ginásios que recebem as competições”, afirmou o secretário municipal de esportes, Carlos Alberto dos Santos, o Lelo, que destacou: “Sempre estudamos o caderno de encargos bem detalhadamente e fazemos reuniões, mas o mais importante é que temos uma relação muito boa com o COB, uma relação de honestidade. Sabemos do que somos capazes. Não inventamos fórmulas mágicas”, completou.

A Secretaria de Esportes de Poços de Caldas gerencia 11 ginásios poliesportivos, sete campos de futebol (quatro iluminados), uma pista de atletismo, três quadras de tênis, um campo de bocha, 43 quadras comunitárias e 15 academias da terceira idade. Dois ginásios vão receber pela primeira vez o evento nacional escolar. O ginásio Vitório Togni foi totalmente reformado e o ginásio Miguel Zanetti, que receberá a ginástica rítmica e o vôlei, novinho em folha.

Tradicionalmente a cidade sempre teve visão política voltada ao esporte. Em 1976, foi criada a secretaria municipal de esportes, com o intuito de melhorar a estrutura esportiva da cidade.

“Aos poucos a cidade foi evoluindo, contratando profissionais de educação física e investindo. Criamos o Conselho Municipal de Esportes, a lei de incentivo municipal e o Fundo Municipal de esportes. Desse fundo que vem o dinheiro para trazer as Olimpíadas Escolares”, disse o secretário.

Para receber um recorde de 4.493 participantes, entre atletas e técnicos, de 1.253 escolas dos 26 estados brasileiros mais o Distrito Federal. Somam-se ainda 169 dirigentes, 118 profissionais do Comitê Organizador, 150 voluntários, 475 profissionais do Comitê Local e 13 Embaixadores. A campeã olímpica Sarah Menezes, do judô, encabeça a lista de atletas que participarão do evento como Embaixadores. Bicampeã das Olimpíadas Escolares, a piauiense tem um carinho enorme pela competição que a revelou à todo Brasil.

Dos 13 Embaixadores, outros dois disputaram a maior competição escolar do país: a velocista Ana Claudia Lemos e o nadador Leonardo de Deus. Também estarão presentes em Poços Daniel Paiola (badminton), Clarissa dos Santos (basquete), Renato Resende (ciclismo), Angélica Kvieczynski (ginástica rítmica), Luiz Ricardo (handebol), Antoine Jaoude (luta olímpica), Lígia Silva (tênis de mesa), Lenísio (futsal) e os irmãos medalhistas olímpicos Esquiva e Yamaguchi Falcão, do boxe.
Entre as 28 delegações, as cinco maiores são: São Paulo (165 atletas inscritos), Ceará (163), Rio Grande do Norte (162), Rio de Janeiro (161) e Santa Catarina (160). A menor é a delegação de Goiás, que não participa de nenhum torneio coletivo e enviará 26 atletas para Poços.

As Olimpíadas Escolares são organizadas e realizadas pelo Comitê Olímpico Brasileiro, correalizadas pelo Ministério do Esporte e Organizações Globo e apoio da Prefeitura Municipal de Poços de Caldas e Governo do Estado de Minas Gerais.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO