quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Polícia descobre tabela de cargos e salários do tráfico em favela de Magé-RJ





"Vapores", que são responsáveis pela venda de drogas, recebiam R$ 150 por semana. Gerentes dos pontos de venda ganhavam R$ 700 semanais. Comunidade movimentava R$ 270 mil por mês

Divulgação
Organograma da quadrilha que atuava em Magé

Uma operação feita pela delegacia de Magé (65ª DP), na Baixada Fluminense, resultou na prisão de dois supostos traficantes e na apreensão de um menor de idade na última quarta-feira (19) na favela da Lagoa, no mesmo município.

Durante a investigação que culminou com a prisão dos suspeitos, os agentes descobriram a tabela de cargos e salários dos traficantes, que recebiam por semana.

Os chamados "radinhos", que usam radiotransmissores, recebiam R$ 150 semanais. Os "vapores", que vendem as drogas, ganhavam também R$ 150 por semana.

Segundo a polícia, os chamados "frentes", responsáveis pela distribuição das drogas, tinham remuneração de R$ 300 por semana. Já os "gerentes" recebiam R$ 700 semanais.

A investigação da polícia descobriu ainda que, por mês, a favela movimentava mensalmente com a venda de drogas R$ 270 mil e tinha um gasto de R$ 31,2 mil com salários (de dois "radinhos, dois "frente", quatro gerentes e sete vapores). O lucro mensal líquido era de R$ 238,8 mil e o anual, R$ 2.865.600,00.

De acordo com a polícia, em um dia, bocas de fumo local.izadas na Rua 1 e na Vila Maia faturavam cerca de R$ 9 mil com a venda de crack, maconha e cocaína.

Segundo a investigação, a favela da Lagoa, que é controlada pela facção criminosa Comando Vermelho (CV), recebia traficantes do Complexo do Alemão, Vila Cruzeiro e Kelsons, na zona norte da capital, e de São Gonçalo, na região metropolitana.

Cinco supostos traficantes que eram alvos da investigação, que se iniciou em março, continuam foragidos. Além de tráfico de drogas, os suspeitos respondem também pelos crimes de homicídio, roubo, receptação e corrupção de menores.

Um dos chefes do tráfico na localidade, conhecido como Ci, foi preso ontem. O outro líder, conhecido pelos apelidos de Eduardinho ou Billy Jean, está em liberdade.

Por Mario Hugo Monken - iG Rio de Janeiro 

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO