segunda-feira, 10 de setembro de 2012

RN - Implantação do subsídio para inativos e pensionistas fica para janeiro de 2013





Implantação do subsídio para inativos e pensionistas fica para janeiro de 2013


 Os representantes de associações da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros se reuniram com o Governo do Estado, na manhã desta quinta-feira (6), e ouviram que a implantação do subsídio para inativos e pensionistas da categoria ficará somente para janeiro de 2013. Isso será feito de forma gradual, de acordo com os níveis de cada um dos militares, de forma que até outubro do próximo ano, todos estejam nivelados e recebendo o subsídio por completo.

A reunião foi realizada na Secretaria Estadual da Administração e Recursos Humanos e o anúncio foi feito pelo Secretário-chefe do Gabinete Civil do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, José Anselmo Carvalho. Ele explicou que o Poder Executivo não tem como efetivar o pagamento do subsídio para os inativos já de imediato e a melhor maneira de se fazer isso é a partir de janeiro.

O acordo não era o esperado pela categoria. Vários policiais e bombeiros da reserva, bem como familiares pensionistas se concentraram na frente da Secretaria da Administração e ficaram insatisfeitos com o que foi proposto pelo Governo. “Não era o que queríamos, pois os policiais da ativa já estão recebendo o subsídio desde julho. No entanto, é o que o Governo tem a nos oferecer e não temos como bater de frente”, conta o sargento Fernando Filgueira, presidente da Associação dos Inativos e Pensionistas.


O presidente da Associação dos Cabos e Soldados da PM, soldado Roberto Campos também participou da reunião. Ele explica que o Governo do Estado se comprometeu em incorporar o subsídio para todos os inativos e pensionistas já em janeiro. “A partir daí, conforme os meses forem passando, os policiais de níveis diferentes vão recebendo os aumentos. Por exemplo, quem for do nível 2 terá seu valor total pago em fevereiro. Quem for do nível 10, terá isso feito apenas em outubro”, comenta.


Depois do plano apresentado pelo Secretário-chefe do Gabinete Civil, os representantes das associações solicitaram que fosse lavrado um termo. O documento foi assinado por todos os presentes na reunião, como os deputados Getúlio Rego, Hermano Morais e Tomba Faria; o comandante da PM, coronel Araújo Silva; do Corpo de Bombeiros, coronel Elizeu Lisboa; os secretários da Administração e Gabinete Civil, Antônio Alber e Anselmo Carvalho; bem como os presidentes de associações, entre eles o soldado Roberto Campos, da ACS, e o sargento Filgueira, da ASPIPERN.


O próximo passo, de acordo com os participantes do encontro, será o debate para o pagamento do retroativo, referente aos meses de julho, agosto, setembro, outubro, novembro e dezembro deste ano. “Não é fácil para o Governo do Estado pagar essa conta. Estamos fazendo um esforço enorme para efetivar esse subsídio, como forma de reconhecimento desses homens e mulheres que tanto fizeram pelo Rio Grande do Norte”, afirma Anselmo Carvalho.

Fonte: ACS-PM/RN

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO