segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Servidores federais em greve terão metade de valor descontado devolvido





Rio - O Ministério do Planejamento paga, na próxima quarta-feira, a metade do valor que foi descontado em agosto dos 12 mil servidores federais em greve. O desconto foi autorizado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) durante a paralisação de 80 mil servidores que durou três meses.

Os funcionários lotados no Rio de Janeiro foram os mais afetados pela punição, pois 40% dos servidores que tiveram o ponto cortado estão concentrados no estado. A outra metade do desconto será devolvida quando as categorias que cruzaram os braços apresentarem os planos de reposição dos dias perdidos. 

Agentes da Polícia Federal queimam cópias do diploma de graduação | Foto: Divulgação

A intenção da Condsef, que representa 26 classes do funcionalismo federal, é entregar o quanto antes os planos para que o acerto seja efetuado ainda este mês. De acordo com o Boletim Estatístico de Pessoal, do total de 265.219 servidores federais no Estado do Rio, 102.253 são ativos, 92.459 são aposentados e outros 70.507 são pensionistas.

Das categorias que rejeitaram a proposta de aumento do governo federal, de até 15,8% entre 2013 e 2015, Incra e Polícia Federal permanecem com as atividades paralisadas, mantendo 30% dos serviços básicos. As agências reguladoras também não aceitaram o acordo, mas optaram por voltar ao trabalho.

Na última quarta-feira, a Justiça Federal do Rio impediu que o governo corte o ponto dos policiais federais que atuam no estado. O magistrado entendeu que a categoria tem respeitado os preceitos legais de paralisação.

POR ALESSANDRA HORTO / O DIA ONLINE

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO