segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Discovery Channel passará série sobre o grupo Águia da PM de SP






Os policiais do Águia trabalham nos céus da segunda metrópole com a maior frota de helicópteros do mundo Foto: PM-SP/Divulgação

O canal de TV a cabo Discovery Chanel estreia na próxima quarta-feira às 22h20 a série chamada Águias da Cidade, um programa que mostrará a rotina dos pilotos, médicos e enfermeiros do Grupamento de Radiopatrulha Aérea da Polícia Militar de São Paulo (GRPAe), conhecido como Águia.

"Foi uma superprodução, seis meses de gravação com mais de mil horas. Em se tratando de Discovery Channel, ficou muito legal, uma das melhores produções do Brasil", disse o comandante do Grupamento Águia, Coronel Marco Antonio Severo, orgulhoso pelo bom trabalho.

Os policiais do Águia trabalham nos céus da segunda metrópole com a maior frota de helicópteros do mundo. O grupamento atende diariamente às ocorrências mais diversas, tanto sobre casos policiais, quanto de salvamento. A frota conta com cinco helicópteros na base de São Paulo e outros 10 no interior, um em cada comando de policiamento.

Ricardo Dellamonica é policial militar há 28 anos e trabalha no grupamento desde 1994. Ele chegou como tripulante de aeronave. Em 2010 formou-se em Saúde Pública, depois fez bacharel em enfermagem para, finalmente, se tornar um enfermeiro de bordo que atua no serviço aero médico. Ele afirma que acompanhou o crescimento do Águia pouco a pouco e que quando chegou existiam apenas dois helicópteros. "É como se eu tivesse piscado o olho e acordado agora. O grupamento aéreo merece esse crescimento, pois realiza um papel importante que é reconhecido por todos", analisa.

O Grupo Águia reúne quatro funções: piloto, tripulante, enfermeiro e mecânico. O primeiro deve ser oficial formado pela Academia do Barro Branco há dois anos e ter no máximo 10 anos de serviço, contando com os quatro que ele passa na academia.

O tripulante operacional é a segunda área técnica do Águia. Ele é o policial que anda no banco de trás do helicóptero, desce de rapel no salvamento, entra na água, carrega a arma, entre outras atividades. A função é exercida por soldados, cabos e sargentos.

O mecânico faz o curso na Escola de Especialistas da Aeronáutica, em Guaratinguetá. A seleção fica por conta do Águia. A formação completa do policial para esta função demora tanto quanto a de piloto: quatro anos. "É diferente de um mecânico de carros, que pode trabalhar usando apenas sua experiência. Na aviação, você só mexe na aeronave se estiver legalmente habilitado".

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO