segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Ministro afirma que ofereceu ajuda a SP para combate à violência





O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo (PT), não concordou com a afirmação feita pelo secretário de Segurança, Antonio Ferreira Pinto, de que é "fantasiosa" a oferta de ajuda da União ao Estado de São Paulo para combater a violência que se espalha nos últimos dias. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, o ministro reiterou que colocou o governo federal à disposição da secretaria, mas que se recusa a repassar dinheiro sem uma atuação conjunta para a segurança pública como contrapartida.

Cardozo afirmou que o auxílio foi oferecido mais de uma vez. "Não há fantasia: é real. Essa oferta não foi feita uma, mas várias vezes." Sábado, no entanto, o secretário afirmou que a situação da violência na capital está sob controle e reforçou a linha de acusação do governador Geraldo Alckmin (PSDB) de que a prerrogativa do governo federal é combater o contrabando de armas nas fronteiras, que abastecem o crime organizado. O ministro, então, entendeu que fosse uma disputa partidária e rebateu que "o problema da segurança pública não é uma questão de governo. É uma questão de Estado".
 

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO