sábado, 27 de outubro de 2012

Na terceira noite seguida de violência, mais 11 são mortos na Grande SP





Outras seis pessoas ficaram feridas; uma viatura foi alvejada


Nivaldo Lima/CPN/Estadão Conteúdo

Quatro pessoas foram baleadas por dois homens em uma moto no cruzamento da rua Paracanã com a General Dias, no Jardim Concórdia, na região da Penha

Na terceira noite consecutiva de violência na Grande São Paulo, mais 11 pessoas foram mortas e seis baleadas. A maior parte dos crimes foi registrada no intervalo entre as 22h e as 23h30, de acordo com a Polícia Militar. Só na zona leste da capital paulista foram cinco mortes.

Na região da Penha, às 22h45, dois homens teriam passado em uma moto atirando contra um grupo que estava em frente a uma casa, ao lado de um bar, no cruzamento da rua Paracanã com a General Dias, no Jardim Concórdia. Quatro homens foram baleados. Dois deles morreram e os outros dois estão internados em estado grave no pronto-socorro do Vermelhinho e no da Vila Maria. O caso foi registrado no 10º Distrito Policial.

Na região de Cangaíba, também na zona leste, dois homens foram baleados às 23h15 na altura do número 1.800 da travessa do Cangaíba, no bairro de mesmo nome. Os dois foram socorridos e chegaram a ser levados ao pronto-socorro do Tatuapé, mas morreram no caminho. Segundo a PM, eles estavam em um bar e também teriam sido alvejados por homens em uma moto. O local do crime fica a cerca de 2 km do primeiro caso e, por isso, também foi registrado no 10º DP.

Em Carapicuíba, na Grande São Paulo, quatro pessoas foram executadas em uma chacina ocorrida em um bar na rua Canelinha com a estrada do Jacarandá, na Vila Nova Carapicuíba. A Polícia Militar informou que, às 22h15, dois homens desceram de uma caminhonete prata, atiraram contra as pessoas que estavam no local e fugiram. Segundo testemunhas, no veículo haviam mais homens, que não chegaram a descer. Os quatro feridos – três clientes e uma atendente do bar - foram levados ao pronto-socorro da Vila Dirce, mas morreram no hospital. Ainda de acordo com a PM, a rua e o bar seriam pontos de tráfico de drogas. O caso foi registrado no 1º DP da cidade.

Também na Grande São Paulo, em Barueri, um casal e uma adolescente de 17 anos foram baleados no cruzamento das avenidas Marginal Esquerda e Itu, no Jardim Paulista. Novamente homens em uma moto teriam passado atirando contra o grupo por volta das 22h40 da sexta-feira. O homem e a adolescente morreram. A mulher foi socorrida e está em estado grave no pronto-socorro central de Barueri. O caso foi registrado no DP central de Barueri.

Também na zona leste da capital paulista, em Guaianases, policiais militares foram chamados para atender uma ocorrência no Jardim Aurora. Eles encontraram um homem morto a tiros ao lado de um córrego na altura do número 12 da avenida Sansão Castelo Branco. Testemunhas disseram que ele teria sido vítima de quatro bandidos que teriam passado pelo local em um carro prata. O caso foi registrado no 50º Distrito Policial, no Itaim Paulista. A vítima não tinha documentos e ainda não foi identificada.

Na região do Rio Pequeno, na zona oeste de São Paulo, uma mulher foi baleada no ombro por dois homens em uma moto quando estava em um bar na rua Antonio da Silva Dias. O crime ocorreu por volta da 1h deste sábado (27). A mulher passa bem e o caso foi registrado no 14º DP, em Pinheiros.

Em São Bernardo do Campo, no ABC, um policial civil foi baleado na mão durante uma tentativa de roubo na rua Lusitânia. Segundo a corporação, ele saia do carro quando teria visto dois homens armados se aproximarem, por volta das 23h20, e reagiu. Houve troca de tiros e le foi atingido na mão. Os criminosos conseguiram fugir. O caso foi registrado no 3º DP de Diadema.

Já no Parque Cruzeiro do Sul, um homem foi baleado na coxa após brigar com três menores que teriam prometido praticar um roubo na área. Armados, eles teriam atirado contra o homem e fugido. O caso foi registrado no 63º DP.

Viatura alvejada

Por volta das 22h30, uma viatura da 1ª Companhia do 4º Batalhão PM foi alvejada no cruzamento da avenida Tipo com a rua Francisco Alves, na Lapa. Durante patrulhamento, os policiais se depararam com dois homens em uma moto. O garupa teria, então, descido do veículo e atirado contra o carro. Os policiais não ficaram feridos, desceram do veículo e conseguiram prender os suspeitos, que foram levados ao 91º DP.

Do R7, com Agência Record

Link da reportagem: http://noticias.r7.com

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO