sexta-feira, 5 de outubro de 2012

PCC deu ordem a criminosos para assassinar policiais em SP





Documentos apreendidos pela polícia mostram que chefes do PCC deram ordens para o assassinato de policiais em São Paulo. Eles estariam estruturados desde 2011 para os ataques. Um dos papéis diz que agentes deveriam ser mortos sempre que um criminoso morresse pela polícia. "Se alguma vida for tirada pelos nossos inimigos, os integrantes do comando que estiverem cadastrados na quebrada do ocorrido deverão se unir e dar o mesmo tratamento. Vida se paga com vida, e sangue se paga com sangue", diz o documento. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

A ordem integra um processo na Justiça e foi apreendida em dezembro de 2011 na casa do suspeito de ser um dos principais chefes do bando na Baixada Santista. Nesses papéis, há comunicados produzidos entre setembro e outubro do ano passado, nos quais os criminosos também discutem o que fazer com policiais civis. Um membro do PCC diz: "Não é hora de entrar em guerra com a Civil, pois já estamos numa guerra com a Militar, onde nós estamos perdendo vários malandros na covardia". Pelo menos 75 PMs foram mortos de janeiro a setembro, no mesmo período do ano passado foram 38. A suspeita é a de que parte desses crimes foi cometida por ordem da facção.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO