quinta-feira, 18 de outubro de 2012

PM que faz escolta do vice-governador é baleado em SP





Policiais militares da escolta do vice-governador de São Paulo Guilherme Afif Domingos foram vítimas de um suposta tentativa de roubo na noite de de terça-feira (16) na Aclimação, zona sul de São Paulo.

Houve troca de tiros. O corretor de imóveis Milton Regis Pedroso, 27, morreu e um policial ficou ferido no rosto. Os policiais militares estavam no Chevrolet Omega cedido ao vice-governador.

A Secretaria da Segurança nega que o vice-governador estivesse presente na hora da troca de tiros. Nesta quarta-feira (17), a pasta omitiu informações sobre o caso e chegou a negar que os policiais fizessem escolta para o Palácio dos Bandeirantes.

Segundo a versão oficial, um policial militar deixava um tenente em sua residência, por volta das 22h50, quando ambos foram surpreendidos por um ladrão armado de revólver.

Os policiais reagiram e realizaram disparos. O suspeito também atirou. O oficial foi ferido de raspão no rosto e passa bem. O suspeito foi socorrido, mas morreu.

Procurada, a Polícia Militar não fornecer detalhes dessa ação. Mandou nota dizendo que "o oficial foi vítima de tentativa de roubo. Os fatos são objeto de investigação".

OUTROS CASOS

Um policial militar de 42 anos foi baleado na madrugada de ontem durante uma tentativa de assalto também na zona sul. Ele foi atingido na esquina da avenida Vinte e Três de Maio com o viaduto Santa Generosa. O homem foi socorrido ao pronto-socorro do Hospital Santa Cruz, onde foi atendido e liberado.

O PM afirmou que estava na moto dele quando dois homens, em outra motocicleta, passaram a andar lado a lado com ele na pista. O suspeito que estava na garupa sacou uma arma e pediu para que o policial parasse o veículo. O militar disse ter pedido calma à dupla, mas os homens atiraram três vezes contra ele. Dois disparos acertaram o capacete e um as costas da vítima.

Na noite de segunda-feira (15), outro policial foi baleado durante perseguição a suspeitos na rua Alexandre Bening, no Jardim Ingá, também na zona sul. Segundo a PM, os militares faziam patrulhamento pela região quando desconfiaram de dois homens em uma moto. Os suspeitos não obedeceram a ordem de parar dos policiais e teve início uma perseguição.

Os suspeitos abandonaram a moto e fugiram a pé em direção a uma favela. Na perseguição, um tiro atingiu o policial. O PM foi levado ao pronto-socorro do Campo Limpo e transferido ao Hospital Militar, onde ficou internado.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO