segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Polícia investiga mistério de jovem encontrada quase morta em Salvador




A polícia de Salvador investiga um mistério. Uma jovem de 18 anos foi encontrada - quase morta - depois de três dias sem dar notícias para a família. Até agora, ninguém sabe o que aconteceu com ela.
Com marcas de agressão pelo corpo, Joevellyn Agata Martins está em coma induzido em um hospital de Salvador. A jovem foi encontrada desmaiada e seminua em um matagal, na periferia de Salvador, depois de três dias sem ligar para os pais.
Tudo o que a família sabe é que ela estava hospedada na casa da amiga Jezebel, de 21 anos e casada. Segundo o irmão de Joevellyn, as duas se conheceram pela internet há quase três anos.
Com autorização da família, Joevellyn foi de Campo Grande a Salvador para visitar a amiga. Mas a viagem terminou mal. “Elas tiveram uma discussão no sábado, o motivo até então a gente não sabe”, diz o irmão da jovem, Marcio Alex Barbosa.
Joevellyn resolveu então sair, disse que queria se divertir e foi para um bar. “Tomou uma cerveja que deixou a garrafa pelo meio e depois sumiu”, conta o dono do bar Joilson Andrade.
De acordo com a investigação, Joevellyn, então, foi vista conversando com um grupo, em outro bar. Não voltou para dormir na casa da amiga. Testemunhas disseram ter visto a jovem em um terceiro bar, já no dia seguinte.
Sem notícias, Jezebel avisou a família da amiga que ela havia sumido. Depois, procurou a polícia. A delegada que investiga o caso ainda não sabe quem agrediu Joevellyn.
Para ela, todos que a encontraram no fim de semana são suspeitos. “O caminho que nós percorremos na roterização dos locais que ela esteve leva a crer que ela deve ter conhecido alguém ou um grupo de pessoas e, a partir daí, talvez, provavelmente, uma dessas pessoas ou um grupo de pessoas que praticaram essa violência contra ela”, ressalta.
Veja o artigo original no G1

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO