terça-feira, 16 de outubro de 2012

RO: PF procura político acusado de desviar R$ 24 milhões da saúde





Deflagrada há quase um ano - em novembro de 2011 - a Operação Termópilas desarticulou em Rondônia um grupo criminoso formado por agentes públicos e liderado pelo então presidente da Assembleia Legislativa, Valter Araújo. O grupo obtinha vantagens ilícitas no âmbito da administração estadual, mais especificamente junto às Secretarias de Estado da Saúde e Justiça (Sejus) e no Detran.

A análise parcial de contratos da administração pública estadual, apreendidos durante a Operação Termópilas, revela o desvio de R$ 24 milhões, apenas em processos de pagamentos do ano de 2011. Desse montante, R$ 23 milhões referem-se a desvios realizados na Secretaria Estadual de Saúde (Sesau). O anúncio dos números foi feito nesta terça-feira (16), durante entrevista coletiva à imprensa com a participação de integrantes do Ministério Público de Rondônia (MP-RO), Controladoria-Geral da União (CGU) e Polícia Federal (PF).

A operação já ocasionou o ajuizamento de 50 ações penais, 10 ações civis públicas e três condenações em primeiro grau.

De acordo com o Superintendente da Polícia Federal Donizete Tambani, existem dois mandados de prisão em aberto contra o ex-presidente da Assembleia Legislativa, Valter Araújo, apontado como líder da organização criminosa e que está foragido. "Temos feito buscas sempre que surgem denúncias consistentes sobre o paradeiro de Valter Araújo, inclusive fora do Estado", afirmou.


FRANCISCO COSTA - Direto de Porto Velho

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO