quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Secretário de Segurança do RJ demite 2 inspetores da Polícia Civil





O secretário estadual de Segurança do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, demitiu nesta terça-feira dois agentes da Polícia Civil por envolvimento com práticas ilícitas. De acordo com a assessoria da Secretaria de Segurança (Seseg), o inspetor José Carlos Saad foi demitido por exploração de jogo ilegal. Já o afastamento de Eric Luis da Silva Castro se deveu por recebimento de propina de pessoas que comercializavam botijões de gás de cozinha.

Saad era chefe do Setor de Investigação da 110ª DP, de Teresópolis, e respondia a processo disciplinar desde 2008. Durante as investigações da operação Hurricane, de 2006, que prendeu os principais chefes da máfia dos caça-níqueis, chegou-se à conclusão que o inspetor impedia as investigações sobre o grupo, além de repassar informações sigilosas aos criminosos. Além disso, Saad facilitava a liberação de equipamentos apreendidos.

Já o inspetor Castro trabalhava na 72ª DP (São Gonçalo). Segundo a Seseg, ele respondia a processo disciplinar desde 2010 por ter exigido e recebido dinheiro de pessoas que comercializavam, de forma indevida, botijões de gás de cozinha. De acordo com a secretaria, o agente procurou os acusados pelo comércio ilegal para pedir propina após uma operação conjunta da Agência Nacional de Petróleo (ANP) e o Grupo de Apoio à Promotoria (GAP).

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO