sexta-feira, 26 de outubro de 2012

SP volta a ter noite violenta: 9 são mortos





Oito pessoas morreram nos diferentes ataques ocorridos na capital e em seu entorno

A violência voltou a atingir a cidade de São Paulo e seu entorno entre a noite de quinta e a madrugada desta sexta-feira, com 15 pessoas baleadas em diferentes regiões. Nove delas não resistiram aos ferimentos e morreram, sendo que, em dois casos, bandidos voltaram a atacar policiais militares: na Vila Curuçá (zona leste da capital) e Mauá (Grande São Paulo). Nessas ocorrências, um PM foi morto e duas mulheres foram alvejadas em uma troca de tiros com criminosos, mas não correm risco de morte.

Na madrugada desta sexta-feira, por volta de 1h, um adolescente foi baleado e morto na região de Brasilândia, zona norte de São Paulo. Por meio de ligação anônima via Copom, uma testemunha disse à polícia que ocupantes de uma moto passaram atirando contra o jovem, que chegava em casa. Os criminosos fugiram em seguida e a vítima foi levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Em Guaianazes, zona leste de São Paulo, uma pessoa morreu e duas ficaram feridas após serem baleadas na Rua Ji-Paraná, na noite de quinta-feira. Segundo a polícia, bandidos em duas motos passaram disparando contra as vítimas, que foram socorridas ao Hospital Planalto - onde uma delas não resistiu aos ferimentos. Ainda não se sabe as causas do crime, que será registrado no 22º Distrito Policial. 

No Rio Pequeno, zona oeste de São Paulo, um homem morreu após ser baleado na noite de quinta, na Rua Eiras Garcia. De acordo com informações, a PM encontrou o corpo do rapaz ao chão após receber uma denúncia anônima. Ninguém foi preso até o momento, e o caso foi encaminhado ao 93º Distrito Policial da Vila Lajeado.

Na zona leste da capital, outro homem foi baleado e morto por bandidos. O fato ocorreu na noite de quinta, no bairro São Lucas, quando a vítima se dirigia ao velório de sua vó. Segundo informações, ele foi abordado por vários homens encapuzados em carro e, em seguida, recebeu vários tiros do bando, que fugiu em seguida. O rapaz morreu no local e, até o momento, ninguém foi preso, tampouco se sabe o motivo do crime. O caso foi registrado 50º Distrito Policial, do Itaim Paulista.

Já na zona sul de São Paulo, dois casos de violência deixaram vítimas fatais. O primeiro ocorreu por volta das 22h de quinta-feira, após perseguição policial no bairro Campo Grande. Segundo as informações preliminares, três pessoas estavam com um carro roubado quando foram abordadas pela polícia. Houve perseguição e troca de tiros, quando um bandido morreu e dois ficaram feridos. O caso foi encaminhado ao DHPP.

Horas depois, na Avenida do Cursino, um homem foi baleado e morto, por circunstâncias ainda desconhecidas. Segundo a polícia, uma denúncia anônima levou os PMS a encontrarem o corpo do rapaz com um tiro na cabeça. Ninguém foi preso e o caso foi registrado no 26º Distrito Policial.

Já em Carapicuíba, na Grande São Paulo, duas pessoas foram baleadas por volta das 23h, na Estrada do Embiruçu. As vítimas foram levadas ao pronto-socorro do Hospital Regional de Carapicuíba, mas não resistiram aos ferimentos. Ainda não se sabe por quem e em que condições essas pessoas foram baleadas. O caso será registrado no 1º Distrito Policial.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO