sábado, 27 de outubro de 2012

Suspeitos de assalto a motéis são presos em Campo Grande, diz polícia




Os três suspeitos de assalto a dois motéis na madrugada de sexta-feira (26), nos bairros Coophavilla e Tijuca, em Campo Grande, foram presos ontem por policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf). Os homens de 35 e 40, e a mulher de 24 anos foram localizados pela polícia em um posto de combustíveis, por volta das 14h30, quando abasteciam o carro usado nos assaltos.
Em entrevista ao G1, o delegado Fábio Peró, da Derf, disse que os três confessaram que fugiriam após abastecer o carro e se esconderiam na chácara da mãe da suspeita. “Eles confessaram e os produtos roubados, a comida e a bebida estavam todos no carro”, afirmou Peró. Ainda de acordo com o delegado, todos têm passagens pela polícia. A mulher já tinha sido presa anteriormente por policiais da delegacia de Roubos e Furtos.
Caso
O primeiro assalto aconteceu por volta das 2 horas na rua Monalisa, no bairro Tijuca, e segundo testemunhas, foi praticado por dois homens e uma mulher. Durante a ação, uma funcionária de 28 anos foi ferida com um tiro no pé e depois foi trancada em uma sala da portaria.
Segundo ela, os suspeitos chegaram e pediram um quarto, mas logo anunciaram o assalto. Eles teriam roubado o dinheiro do caixa e as chaves do local e fugiram em seguida. A funcionária foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada para a Santa Casa.
Cerca de três horas depois, outro motel, que fica na avenida Marechal Deodoro, no bairro Coophavilla, também foi assaltado. De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Civil, três suspeitos com as mesmas características do roubo ao motel anterior chegaram em um carro vermelho e pediram um quarto, antes de anunciarem o assalto.
Eles teriam roubado objetos pessoais de uma funcionária de 36 anos e a agredido com um tapa no rosto. Os suspeitos também levaram alimentos, bebidas, computador, aparelho de DVD, televisor e dinheiro do caixa, fugindo em seguida. A ação do trio durou cerca de uma hora, segundo a funcionária.
Os casos foram registrados na 6ª Delegacia de Polícia Civil, no bairro Tijuca, como roubo qualificado pelo emprego de arma.
Veja o artigo original no G1

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO