terça-feira, 27 de novembro de 2012

Agentes prisionais são suspeitos de facilitar fuga de presos em Rio Verde




Três agentes prisionais são suspeitos de facilitar a fuga de dois presos do presídio de Rio Verde, no sudoeste de Goiás. A suspeita da Agência Goiana do Sistema de Execução Penal (Agsep), é que houve participação dos agentes públicos.


O que reforça ainda mais a hipótese, segundo a delegada responsável pelo caso, Jaqueline Camargo Machado, é que esta é a segunda vez que detentos escaparam no plantão dos mesmos agentes. A delegada esteve no presídio de Rio Verde junto com a perícia para começar a investigação. “Só indo lá para acreditar. A estrutura também tem deixado muito a desejar”, diz.


A gerente regional da Agsep, Nilzelena Nepomuceno, acredita que os funcionários tenham aberto as celas para a fuga: “Quando nós chegamos lá, o cadeado estava trancado. Então como que o detento ia fugir da cela com o cadeado trancado”, indaga.


Um dos fugitivos é suspeito de matar um policial militar em novembro de 2011 e na última semana foi flagrado postando fotos e mensagens em redes sociais de dentro da cadeia.


Segundo a Agesp, uma investigação interna que vem sendo realizada há três meses aponta que pelo menos 20 presos têm acesso à internet. Além disso, existem outras irregularidades, como a livre circulação de detentos dentro e fora do presídio.


De acordo com a Agsep, os três agentes penitenciários suspeitos de facilitar a fuga dos bandidos não foram presos por falta de provas. A polícia investiga o caso e vai tomar providências sobre o uso de internet pelos presos dentro da penitenciária.


Fonte: http://g1.globo.com

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO