terça-feira, 13 de novembro de 2012

Antes de Dilma, provável sucessor de Lula, José Dirceu é condenado




De todo-poderoso a condenado por corrupção e quadrilha
Antes apontado como provável sucessor de Lula, José Dirceu vive a expectativa de nova prisão
Mais uma vez, a prisão foi apontada ontem como destino de José Dirceu de Oliveira e Silva. A diferença é que, em relação ao líder estudantil dos anos 60, o Dirceu condenado ontem a mais de 10 anos de prisão tem a palavra corrupção na sentença que lhe foi atribuída pela mais alta Corte do país.
A primeira condenação foi em 21 de agosto de 1969, quando ele foi punido por participar do congresso clandestino da UNE em Ibiúna, em outubro do ano anterior. Nem um mês após o veredicto, ele partia para o exílio, incluído na troca pelo embaixador americano Charles Elbrick, sequestrado pela guerrilha. A partir de 1979, quando regressou oficialmente do exílio, Dirceu foi um dos protagonistas da ascensão do PT ao poder.
Na sua gestão como presidente da legenda, Lula chegaria finalmente à Presidência da República. No entanto, o que parecia ser novo passo na escalada de Dirceu acabou num grande escorregão: todo-poderoso ministro da Casa Civil no primeiro governo Lula, ele teria seu nome indissoluvelmente ligado ao escândalo do mensalão, tão logo ele explodiu em 2005.
Embora agindo dos bastidores, comandava o esquema tocado pelo então tesoureiro do PT, Delúbio Soares, e pelo publicitário Marcos Valério de compra, com dinheiro público, de apoio de parlamentares a projetos do governo Lula. O procurador-geral da República tachou-o de chefe de quadrilha. A mais alta Corte do país assinou embaixo.
Fonte: http://clippingmp.planejamento.gov.br/

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO