terça-feira, 13 de novembro de 2012

Ataques contra polícia também em Santa Catarina





Em SC, ônibus, carro e viatura são incenciados e base da PM é alvejada
Cinco atentados foram registrados na Grande Florianópolis.
Carro de um policial militar foi incendiado em garagem de prédio.

Ônibus foi incendiado em Florianópolis
(Foto: Reprodução RBS TV)

Entre esta segunda-feira (12) até as 4h da manhã desta terça-feira (13), a Grande Florianópolis teve pelo menos cinco ocorrências que a polícia suspeita serem atentados. Dois ônibus de transporte coletivo, uma viatura da Polícia Civil e o automóvel de um policial militar foram incendiados. Além disso, uma base da Polícia Militar foi atingida por oito tiros.

De acordo com a polícia, os atos têm ligação com outros atentados a policiais e bases da segurança pública que ocorreram nas últimas semanas na região.

Conforme a PM, à tarde, por volta das 16h40, um ônibus de transporte coletivo foi alvo de tentativa de incêndio no Saco dos Limões, em Florianópolis. Após a tentativa, o homem fugiu do local.

A viatura da Polícia Civil foi incendiada no bairro Saco dos Limões, em Florianópolis. A ação foi em frente ao prédio da 2ª Delegacia de Polícia, por volta das 10h desta segunda-feira (13). Segundo a polícia, os criminosos passaram com um carro preto e jogaram um pano molhado com gasolina. As portas estavam abertas, pois era o carro do plantão. Os próprios agentes da polícia apagaram o fogo com extintores.
Atentados foram registrados na Grande Florianópolis
(Foto: Sérgio Guimarães/RBS TV)

Às 23h54, houve outra tentativa de incêndio a um ônibus na localidade chamada Canto do Lamin. Porém, segundo a polícia, o fogo foi controlado.

Já por volta da 0h desta terça (13), outro ônibus foi incendiado no Bairro Canasvieiras, em Florianópolis. Dois homens entraram no veículo, anunciaram o assalto, depois fugiram. O motorista e o cobrador conseguiram sair do veículo sem ferimentos. Um cinegrafista amador registrou o incêndio (veja o vídeo). O veículo ficou completamente destruído.

Por determinaçao do comando da PM, desde às 4h, escoltas acompanham o transporte coletivo da região Norte da cidade, onde ocorreu o atentado.

Já a base da PM fica em Palhoça e o atentado ocorreu por volta da 1h. A base foi atingida por tiros. Segundo a PM, os tiros foram disparados por pessoas que estavam em um veículo escuro, com película.

O último incêndio ocorreu em um veículo particular de um policial militar. Conforme a polícia, o carro estava estacionado da garagem do seu condomínio, em Canasvieiras. O caso ocorreu por volta das 3h10 da madrugada. Os principais comandantes da Policia Militar passaram a noite coordenando as buscas dos suspeitos.

Por Géssica Valentini e Sérgio Guimarães

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO