sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Cerca de dois mil alunos estão sem aula por falta de transporte, em Goiás




Quase dois mil alunos da zona de Cristalina, na região do Entorno do Distrito Federal, estão perdendo aula por falta de transporte escolar. As empresas abandonaram o serviço porque, segundo elas, estão sem receber faz quatro meses.

“Vai fazer 15 dias que meus filhos estão sem aula por causa do transporte. Não sabemos o motivo pelo qual o transporte não veio, estamos sem nenhuma informação e a gente quer saber quando será o retorno das aulas”, diz a produtora rural Seila de Souza.

Assim como a produtora, outras 80 famílias do povoado também são prejudicadas pela falta de transporte escolar. De acordo com a produtora rural Luciléia Martins, todos os dias os dois filhos acordam cedo e vão para a estrada com a expectativa que o ônibus passe. “Eles querem ir para a escola de manhã, se arrumam todos os dias e não tem ônibus. Parou de uma hora para outra e a gente ficou sem saber o que fazer”, comenta.

Quatro empresas fazem o transporte dos alunos. Em uma delas, o dono não quis gravar entrevista, mas informou que a prefeitura não paga pelo serviço há quatro meses. A dívida seria de R$ 900 mil.

A Secretaria de Educação de Cristalina alega que das quatro empresas que fazem o transporte, somente duas estavam paradas. Disse também que uma delas já voltou a circular e que somente uma empresa de transporte não recebeu o pagamento porque não cumpriu as exigências do contrato e será substituída.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO