quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Dentista dopava e torturava pacientes no Rio Grande do Sul




A polícia militar prendeu um dentista acusado de dopar e torturar pacientes durante suas consultas, em Capão da Canoa, Rio Grande do Sul. Pelo menos 33 vítimas apresentaram queixas sobre o suspeito. Uma das pacientes relatou que foi fazer um simples clareamento, mas acabou com os dentes lixados.


O inquérito do caso ainda está aberto. Com a prisão do suspeito, a polícia aguarda a conclusão dos laudos do Instituto Geral de Perícia para comprovar que os procedimentos odontológicos aplicados pelo dentista foram inadequados e desnecessários.


O Conselho Nacional de Odontologia também está apurando as denúncias e já proibiu o dentista de exercer a profissão pelos próximos quatro meses.


Fonte: http://noticias.r7.com

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO