quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Detentos fazem festa em cadeia e postam fotos no Facebook, em Goiás




Detentos da cadeia de Rio Verde, no sudoeste de Goiás, estão fazendo festa nas celas e divulgando as imagens nas redes sociais por meio de celulares usados dentro do presídio. Fotos de festa de aniversário, de detentos fumando maconha e até posts em tom de zombaria são colocados no Facebook. Em um dos posts um detento escreve: “O vidinha mais ou menos essa minha”.

O Ministério Público não tem dúvidas, presos de alta periculosidade se mantém conectados às redes sociais através de celulares. E, segundo o órgão, para isso acontecer com tanta frequência só haveria uma justificativa:

“Nós temos que concordar que para a entrada desses aparelhos tem que haver conivência, especialmente por parte dos servidores da agência prisional”, alega o promotor Marcelo Henrique Rigueti Raffa.

O homem suspeito de matar o marido da dona de casa Odete de Oliveira é um dos presos que cumprem pena na cadeia da cidade. O policial militar Hypólito Rezende foi morto em uma troca de tiros de assaltantes. Segundo ela, imaginar que o assassino possa ter acesso a esse tipo de regalia é revoltante e causa medo.

“A minha família como outras famílias de outras vítimas correm risco de vida porque ele com o celular na mão, acessa a internet e quando ele quiser mandar alguém aqui fora fazer alguma coisa com nós ele pode mandar. Eu tenho certeza que eu estou correndo risco”, lamenta.

Nenhum representante da Agência Goiana de Execução Penal quis gravar entrevista, mas em nota a gerência de comunicação informou que depois das denúncias feitas pelo Ministério Público será feito um plano emergencial para diagnosticar os problemas das unidades e em cerca dez dias serão tomadas medidas para resolver a situação.

"Temos todo o mapeamento de quem são os presos que se utilizaram de telefone celular com posts no Facebook e em redes sociais. Assim que o procedimento for concluído serão tomadas as medidas cabíveis. Dentre elas, será a inserção do detento no Regime Disciplinar Diferenciado, que é o conhecido RDD”, explica o promotor.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO