sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Familiares de PMs mortos participam de protesto em São Paulo




Cruzes simbolizaram policiais militares mortos em ação neste ano em São Paulo
Foto: J. Duran Machfee/Futura Press

Familiares e amigos de policiais militares mortos durante a onda de violência que atinge o Estado de São Paulo protestaram contra a falta de segurança nesta quinta-feira. Vestidos com roupas pretas, carregando faixas e cartazes, cerca de 60 pessoas se reuniram no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp) antes de seguir para o Mausoléu da Polícia Militar, no Cemitério do Araçá, zona oeste da capital paulista.

Diversas cruzes foram colocadas no chão do Masp para simbolizar a morte de policiais assassinados em ação neste ano. Cruzes também adornaram as bandeiras de São Paulo e do Brasil carregadas por alguns manifestantes. O protesto pacífico começou no início da tarde.

Onda de violência 
Desde o início do ano, ao menos 92 policiais foram assassinados no Estado. Desse total, 18 eram aposentados e três estavam em serviço. Além disso, o Estado continua a enfrentar um grande índice de violência. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública, só na capital houve um crescimento de 102,82% no número de pessoas vítimas de homicídio no mês de setembro, em comparação ao mesmo período do ano passado. Em todo o Estado, a alta foi de 26,71% no mesmo período.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO