segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Filha da ex-chefe da Presidência em SP pede demissão da Anac




A servidora da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) Mirelle Nóvoa de Noronha pediu demissão nesta segunda-feira. Ela é filha da ex-chefe do escritório da Presidência da República em São Paulo, Rosemary Nóvoa de Noron, indiciada pela Polícia Federal (PF) por suspeita de envolvimento com uma quadrilha que traficava pareceres técnicos.

De acordo com a assessoria da Anac, Mirelle ocupava o cargo de assessora da diretoria de infraestrutura aeroportuária, no Rio de Janeiro, desde 30 de novembro de 2010. Ela trabalhava diretamente com Rubens Carlos Vieira, o titular da diretoria, preso pela PF na última sexta-feira.

Mirelle foi contratada em regime de cargo comissionado. A exoneração da servidora será publicada no Diário Oficial da União amanhã.

Rosemary teria trabalhado pessoalmente pela nomeação de Rubens Vieira para a Anac e do irmão dele, Paulo Rodrigues Vieira, para a Agência Nacional de Águas (ANA). Os dois foram presos durante a operação Porto Seguro, ocorrida na sexta-feira.

Ao todo, seis pessoas foram presas acusadas de participar de uma organização criminosa que funcionava infiltrada em órgãos federais para favorecer interesses privados na tramitação de processos.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO