sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Fortaleza realiza vacinaçãocontra hepatite B neste sábado




Será realizada no sábado (24) vacinação contra hepatite B, em 20 postos de saúde e dois minipostos de Fortaleza. Durante todo o dia, das 8 horas às 17 horas, será intensificada a aplicação da terceira dose da vacina, mas as pessoas que ainda não tomaram a primeira ou a segunda dose, também podem ser vacinadas.

De acordo com a Secretaria de Saúde do município, a vacina é prioritária para crianças menores de um ano de idade, adolescentes até 19 anos, adultos com idade entre 20 e 29 anos e pessoas acima de 29 anos que são mais para adquirir a doença. Para receber a vacina, é necessário apresentar a carteira de vacinação e o documento de identidade.

Para ser imunizado contra a doença, as pessoas devem tomar as três doses da vacina, em um intervalo de seis meses. Após a primeira dose, a segunda aplicação deve ser feita em 30 dias, e a terceiradose, seis meses após a primeira. Em 2012, a primeira e a segunda dose da vacina contra a hepatite B foram aplicadas nos dias 05 de maio e 16 de junho, respectivamente.

No sábado, também serão oferecidas vitamina A, para crianças de seis meses a cinco anos incompletos, além das vacinas sabin, salk (contra a poliomielite), pentavalente, DTP (tetravalente), hepatite B, difteria, tétano, rotavírus, pneumocócica 10 valente, meningocócica conjugada Tipo C e tríplice viral.

Após o dia 24 de novembro, a vacina contra a hepatite B e todas as outras vacinas de rotina continuarão sendo disponibilizada nos 92 postos de saúde de Fortaleza, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, bem como nos postos que funcionam no terceiro turno, das 17 às 21 horas, e aos sábados e domingos no Centro de Saúde da Família Paulo Marcelo (Centro), das 7 às 19 horas.

A hepatite B é uma doença causada pelo vírus HBV e caracterizada pela inflamação do fígado. É uma doença silenciosa, pois em alguns casos não apresenta sintomas, e sexualmente transmissível, já que o vírus está presente no sangue e nas secreções sexuais (sêmen e secreção vaginal).

A infecção pode acontecer por relação sexual sem proteção, compartilhamento de lâminas de barbear, escova de dente, alicates, seringas e agulhas, procedimentos odontológicos e cirúrgicos e transfusões de sangue. A doença também pode ser transmitida pela mãe, portadora do vírus, ao recém-nascido, durante o parto.

Apesar de ter cura na fase aguda, aa fase crônica, a hepatite B pode causar complicações, como cirrose e câncer e, em alguns casos, levar à morte.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO