quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Governo de RO discute propostas para amenizar greve da Polícia Civil




Com a greve da Polícia Civil entrando no terceiro dia em todo o estado, o Governo de Rondônia discutiu propostas para amenizar as consequências da paralisação dos servidores, que começou na segunda (19).

O encontro aconteceu na Secretaria de Segurança e Defesa da Cidadania (Sesdec), em Porto Velho. “Nessa reunião nós temos que identificar o que tem que ser feito para que essa paralisação seja o menos gravosa possível para a população”, afirma o secretário da Sesdec, Marcelo Bessa.

Em todo o estado trabalham cerca de 2,5 mil policiais. Com a greve, segundo o Sindicato dos Servidores da Polícia Civil (Sinsepol), a categoria pretende negociar com o governo estadual as reivindicações que não foram atendidas no início de junho deste ano.

Para o presidente do Sinsepol, Jales Moreira, a aprovação da aposentadoria não foi posta em prática, assim como a promoção de cargos a todos os servidores e o pagamento dos precatórios. 

Mas Bessa adianta que o Estado não está em uma situação confortável financeiramente. "Há interesse em negociar, em atender essas reivindicações, mas estamos nessa situação devido a repasses", afirma o secretário.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO