quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Jornalista é morto a tiros em frente de casa em Campo Grande




O jornalista e policial aposentado Eduardo Carvalho, 51 anos, foi morto a tiros na noite de quarta-feira (21), em frente de casa, no bairro Giocondo Orsi, em Campo Grande. Segundo a Polícia Civil, ele recolhia a moto na garagem quando foi surpreendido por dois homens. A mulher da vítima chegou a pegar a arma do marido na tentativa de reagir, mas pistola calibre 380 estava sem munição.

O crime aconteceu às 22h40, na rua Cláudia. A mulher do jornalista relatou à polícia que o casal voltava de uma chácara. Ela colocou o veículo para dentro da garagem enquanto Carvalho manobrava a moto dele, que estava na calçada, para dentro da residência.

Neste momento, ela ouviu pelo menos três estampidos, saiu correndo e encontrou o marido caído e, próximo, dois homens em uma motocicleta: o garupa de roupas e capacete preto e o condutor com capacete vermelho. Eduardo Carvalho foi atingido com três tiros: um acima do umbigo, um no quadril direito e outro abaixo da axila direita.

A mulher relatou à polícia que pegou o arma do marido e apontou na direção dos homens, que faziam o retorno e passariam em frente da casa novamente. Ela atirou, mas não havia munição na câmara da pistola e os dois fugiram. O circuito interno de segurança da casa de Carvalho serve apenas para visualização de quem chega e não tem gravação do crime.

Em depoimento à polícia, o vigia do bairro disse que viu a motocicleta que entrava na rua Cláudia e ouviu os estampidos. Logo em seguida, o veículo retornou. No boletim de ocorrência consta que neste momento os homens teriam retornado para buscar o carregador com sete munições de calibre 45 que deixaram cair.

O carregador foi encontrado na rua e recolhido pela polícia.

Eduardo Carvalho é proprietário do site UHNews, conhecido por divulgar matérias policiais e bastidores da política. O corpo do jornalista está no Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Imol) de Campo Grande e deve ser liberado somente no fim da manhã. No site do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS), constam processos em que o jornalista é citado a retirar material considerado ofensivo.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO