sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Polícia Militar do Rio substitui fuzis por armas não-letais





A Polícia Militar está substituindo, gradativamente, fuzis das rádio-patrulhas que atuam no Rio de Janeiro por armas não-letais. No total, já foram 273 fuzis trocados por tasers, armamento de choque utilizado para imobilizar suspeitos que assumam postura de ameaça durante ações policiais. 

A Secretaria de Segurança já distribui 1.265 tasers, que emite uma energia de 50 mil volts contra o corpo humano, mas com intensidade baixa, com 0,0036 ampère. 

O processo de retirada dos fuzis de parte das rádio-patrulhas acontece em áreas pacificadas. Estes fuzis estão sendo endereçados a regiões onde seu uso ainda é necessário. No futuro, apenas as unidades especiais da Polícia Militar utilizarão o armamento.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO