quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Policiais civis de Goiás decidem manter greve e ocupam secretaria




Em greve há 23 dias, policiais civis de Goiás decidiram, na tarde desta terça-feira (13), continuar a paralisação. Logo após a assembleia, realizada no estacionamento da Secretaria da Fazenda de Goiás (Sefaz), em Goiânia, eles ocuparam a sede do órgão. A manifestação durou cerca de 1 hora.

Os grevistas queriam se reunir com o secretário estadual da Fazenda, Simão Cirineu. Mas, de acordo com a assessoria de imprensa da Sefaz, ele estava em um evento fora do prédio e não retornaria. Por isso, os manifestantes decidiram ir embora e tentar agendar um encontro posteriormente.

Desde o início da greve, a Polícia Civil acumula 70 mil inquéritos parados e deixou de cumprir 40 mil mandados de prisão. O governo estadual determinou o corte de ponto dos grevistas.

Além dos agentes e escrivães da Polícia Civil, também estão parados os auxiliares de autópsia e papiloscopistas. Os grevistas reivindicam aumento salarial.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO